MODELAGEM ECONÔMICA DE SISTEMAS AGROFLORESTAIS PECUÁRIOS COM ÊNFASE NA PRODUÇÃO ANIMAL NO BIOMA AMAZÔNIA

Jaqueline Fontel de Queiroz, Rosana Quaresma Maneschy, Roni de Azevedo, Maria de Nazaré Caetana Marques, Tahnity Haarad Moura CHAVES

Resumo


RESUMO: A utilização de sistemas agroflorestais (SAF) tem sido indicada na reabilitação de áreas de pastagens degradadas, sobretudo com a utilização de espécies arbóreas de valor econômico. Entretanto estudos apontam que o uso de espécies arbóreas forrageiras pode aumentar a produtividade da pecuária, resultando em melhor e maior produção leiteira e menor tempo de abate. Nesse contexto foram simulados modelos econômicos de sistemas silvipastoris e de integração lavoura-pecuária-floresta com base nos coeficientes técnicos já gerados pelo projeto “Proteção e uso sustentável de paisagens dos biomas brasileiros - Projeto Biomas”, a fim de subsidiar com informações a geração de políticas públicas adequadas a esses sistemas. Os indicadores financeiros utilizados foram: Valor presente líquido (VPL), Taxa interna de retorno (TIR), Relação benefício custo, Valor anual equivalente (VAE) e Payback. Os modelos analisados utilizaram as espécies arbóreas Gliricidia sepium e Eucalipto. Todos os modelos foram considerados economicamente viáveis, dentro de um horizonte de tempo de 14 anos.

 

PALAVRAS-CHAVE: Agrofloresta, Sudeste paraense, Viabilidade econômica.


Texto completo:

PDF


ISSN online 2318-0188