ADUBAÇÃO NITROGENADA DE COBERTURA EM DIFERENTES ESTÁDIOS FENOLÓGICOS E CULTIVARES DE ALGODÃO EM TANGARÁ DA SERRA-MT

Hugo Almeida Guimarães, juliene oliveira rodrigues, Yweenns Teixeira Ferraz, Daiane de Cinque Mariano, Ricardo Shigueru Okumura

Resumo


RESUMO: O estudo objetivou avaliar o desenvolvimento vegetativo e produtividade de cultivares de algodão em função da aplicação de nitrogênio em diferentes estádios fenológicos, o experimento foi realizado na Unemat, na região de Tangará da Serra – MT, no período de janeiro a julho de 2012. O delineamento experimental utilizado foi o blocos ao acaso, em esquema fatorial 3x5, com 3 repetições. Os tratamentos foram constituídos de cinco épocas de aplicação do N em cobertura conforme o estádio fenológico do algodão, na dose de 145 kg ha-1 de N para todos os tratamentos, e três cultivares de algodão. As avaliações de altura de planta, número de nós por planta, número de maçãs por planta e massa seca da parte aérea ocorreram aos 120 dias após a emergência. A mensuração da produtividade do algodão em caroço foi realizada aos 180. Os dados experimentais foram submetidos aos testes de normalidade Shapiro-Wilk e homogeneidade de variância de Levene, ambos a 1% de significância. Em seguida, procedeu à análise de variância e aplicou-se o teste de Duncan a 5% de significância. Todas as cultivares mostraram-se indiferentes quanto às épocas de aplicação do N em cobertura. Na produtividade, o cultivar FMX 993 foi o que apresentou maior média produtiva.

PALAVRAS-CHAVE: Gossypium hirsutum L., fenologia, híbridos, produtividade de algodão.


Texto completo:

PDF


ISSN online 2318-0188