Cabeçalho da página

Sexualidade no interior conservador brasileiro: uma experiência de educação para a diversidade sexual e de gênero em Foz do Iguaçu

Barbara M. Arisi, Simone Ávila, Arianna Sala

Resumo


Assistimos em nível internacional ao auge de políticas e movimentos conservadores com ênfase na exaltação dos papéis dos gêneros tradicionais e no combate à assim chamada “ideologia de gênero” ao mesmo tempo em que parece ganhar força o chamado à defesa das identidades nacionais e das fronteiras, das famílias tradicionais, e da vida do nascituro em contra do aborto. Este artigo trata da experiência de extensão, pesquisa e educação sobre gênero e sexualidade, desenvolvida por uma universidade federal brasileira em uma cidade do interior do Paraná, localizada na tríplice fronteira do Brasil com Argentina e Paraguai. É importante notar que o Paraná é um estado considerado como extremamente conservador. Consideramos que iniciativas que incidem diretamente nas comunidades escolares, como as descritas neste artigo, se configuram como espaços pedagógicos de resistência, onde são trilhados caminhos possíveis para contribuir na criação de  espaços educativos onde preconceito e discriminações por razões de gênero e sexualidade sejam problematizados e eliminados. Consideramos, além disso, que especialmente nesses tempos atuais de ataques globais aos direitos das mulheres, lésbicas, gays, pessoas trans e aos direitos humanos, é fundamental que, em nível local, continuem existindo e resistindo espaços de promoção a reflexão e à desconstrução de estruturas opressoras.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/amazonica.v8i2.5053

© Direitos reservados à Amazônica - Revista de Antropologia
This is an open access website under the terms of the Creative Commons Attribution Non-Comercial License.
Designed by: Leonardo Baima
Creative Commons License
Amazônica - Revista de Antropologia da Universidade Federal do Pará é licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-No Derivative Works 3.0 Brasil.
Based on a work at www.periodicos.ufpa.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.periodicos.ufpa.br/index.php/amazonica.