Cabeçalho da página

Conflito Social: O Caso da “Pesca de Marrecas” na Reserva Extrativista Marinha de Tracuateua (PA)

Monique Rocha Rodrigues, Heribert Schmitz

Resumo

O artigo tem como objetivo analisar o conflito social relativo à captura da marreca na Reserva Extrativista Marinha de Tracuateua, no litoral paraense. Essa prática é conhecida localmente como “pesca de marrecas”. Foi realizado um estudo de caso em três comunidades localizadas na área circundante à reserva, por meio de entrevistas (não diretivas e semiestruturadas) e de observações diretas. O conflito social decorre de opiniões, interesses e necessidades divergentes em relação ao uso de recursos comuns. A análise indica que o conflito se encontra num nível elevado de escalação.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/amazonica.v9i1.5486

© Direitos reservados à Amazônica - Revista de Antropologia
This is an open access website under the terms of the Creative Commons Attribution Non-Comercial License.
Designed by: Leonardo Baima
Creative Commons License
Amazônica - Revista de Antropologia da Universidade Federal do Pará é licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-No Derivative Works 3.0 Brasil.
Based on a work at www.periodicos.ufpa.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.periodicos.ufpa.br/index.php/amazonica.