A PRODUÇÃO DE LIVROS DIDÁTICOS COMO AÇÃO AFIRMATIVA NA EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS BRASILEIRAS DE CRIANÇAS NEGRAS EM BELÉM DO PARÁ

Jaime Junior da Silva Mendonça, Emanuela Santos dos Santos, Domingos Conceição

Resumo


Os objetivos deste artigo são relatar a experiência em produção de livros didáticos, dos autores acima e cumprir as exigências de modelo do “II Seminário sobre Cotas na UFPA”, essa experiência é a tentativa de responder a uma constatação feita pelo artigo em questão, que apontou a inexistência de livros didáticos que tratassem da temática do negro, em especial da criança negra, como ferramenta educativa, que cuide da educação, da aprendizagem, do silêncio e do combate a invisibilidade e ao racismo, os livros escritos e apresentados pelo autores abrangem aspectos educacionais e sociológicos, como: escola, família, trabalho, vida e o professor, as nossas referências são de alguns marcos regulatórios e autores especializados: Diretrizes e Base da Educação Nacional (2011), Diretrizes Curriculares a Lei 10.639/03 (2004) e Lei 11.645/08, Conceição (2003/2013), Cavelleiro (2003), Guimarães (2008) e Reinaldo Guimarães (2013). Os procedimentos metodológicos são dados bibliográficos, documentais, das experiências práticas de produção de livros e a atualização da literatura especializada, os resultados são: “ação afirmativa como limites das políticas universalistas” e “ações afirmativas compulsórias”, compreensão e contribuições dos especialistas para o desenvolvimento, melhoramento e continuidade, que as críticas nos estimulem ao crescimento, a relevância social e científica, contribua com a superação do racismo em Belém, na Amazônia e no Brasil.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Lei de diretrizes e base da educação, - 7. Ed. – Brasília: Senado Federal, Subsecretaria de Edições Técnicas, 2011.

BRASIL. Lei Federal nª 12.288/10, Estatuto da Igualdade Racial, - Brasília, 2011.

BRASIL. Ministério da Educação/ Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. Orientações ações para a educação das relações étnico-raciais, Brasília: SECAD, 2006.

CARRASCO, Walcyr. Irmão negro. São Paulo Moderna, 1995.

CAVALLEIRO, Eliana dos Santos. Do silêncio do lar ao silêncio escolar: racismo, preconceito e discriminação na educação infantil. 2ed. - São Paulo: Contesto, 2003.

CONCEIÇÃO, Domingos. A educação do negro no livro didático. Belém, Monografia, UFPA, 1997.

CONCEIÇÃO, Domingos. A Educação do negro no livro didático. Belém, UFPA, 1996. Diretrizes curriculares nacionais para a educação das relações étnico-raciais e para o ensino de história e cultura afro-brasileira e africana: Lei Federal nª 10.639/03/ Ministério da Educação,- Brasília, 2004.

MACHADO, Ana Maria. Menina bonita do laço de fita: 7º ed. São Paulo, Ática, 2000.




DOI: http://dx.doi.org/10.18542/cs.v1i1.3898

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista PET Interdisciplinar e Programa Conexões de Saberes On-Line