AÇÕES AFIRMATIVAS E JUSTIÇA OCUPACIONAL: PERCEPÇÕES DA TERAPIA OCUPACIONAL SOBRE AS ATIVIDADES DO PROGRAMA CONEXÕES DE SABERES COM A TURMA DO 3º ANO DO ENSINO MÉDIO NA ESCOLA CELSO MALCHER

Clemici Corrêa, Maria Rosário

Resumo


O Programa Conexões de Saberes se fundamenta nas ações afirmativas, esta perpassa pelo conceito de justiça ocupacional, que defende o acesso diferenciado às oportunidade e recursos, à participação em ocupações de interesse individual ou coletivo . Objetivo: O objetivo é refletir sob a ótica da justiça ocupacional, as ações afirmativas em uma turma do 3º ano do ensino médio da escola pública Dr.º Celso Malcher. Relato da Experiência: Minha experiência começou em maio de 2014, a partir da execução do planejamento do programa com uma turma do 3º ano da escola pública Dr.º Celso Malcher, onde o grande objetivo é emponderar os estudantes quanto às ações afirmativas que visam garantir seu acesso ao ensino superior, como o sistemas de cotas (escola, cor, baixa renda), Financiamento do Ensino Superior (FIES) e o Programa Universidade para Todos (Prouni). Assim como ações afirmativas acredita que as diferenças sejam utilizadas como promoção de direitos a justiça ocupacional também defende o acesso diferenciado a esses direitos. Ambas esperam que as diferenças sejam viés para a inclusão, na terapia ocupacional, mais especificamente, espera-se a participação nas ocupações que se deseja, isso inclui a educação.Conclusão: Embora hajam ações afirmativas que visam o acesso ao ensino superior, o desconhecimento destas ações, desses direitos, pode caracterizar-se, na concepção da terapia ocupacional, como injustiça ocupacional.

Texto completo:

PDF

Referências


ARTHANAT, S. Exploring occupational justice in consumer perspectives on assistive technology. Canada Journal Occupational Therapy, v. 79, n. 5, p. 309-319, dez. 2012.

CARLETO, D. G. S. Estrutura da Prática da Terapia Ocupacional: Domínio e Processo. Revista Triangulo: Ensino, Pesquisa e Extensão, v.3. n. 2, p. 57-147, jul/dez. 2010.

Revista PET Interdisciplinar e Programa Conexões/UFPA On-line. Vol. 01 – 2016. Página 18

TOWSEND, E.; MARVAL, R. Profissionais podem realmente promover justiça ocupacional? Caderno de Terapia Ocupacional UFSCAR, v. 21, n. 2, p. 229-242, 2013.

PIOVESAN, F. Ações Afirmativas e direitos humanos. Revista USP, n.69, p. 36-43, março/maio 2006.




DOI: http://dx.doi.org/10.18542/cs.v1i1.3900

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista PET Interdisciplinar e Programa Conexões de Saberes On-Line