A REPRESENTAÇÃO DA AFETIVIDADE EM UMA TURMA DE 2° ANO DO MUNICÍPIO DE ABAETETUBA-PA

Érica da Silva Melo, Vivian da Silva Lobato

Resumo


Resumo: O artigo discute a afetividade como algo indissociável do desenvolvimento humano e indispensável na aprendizagem a partir da perspectiva Walloniana. A presente pesquisa originou-se de um Trabalho de Conclusão de Curso. O objetivo é analisar como a afetividade está sendo compreendida e desenvolvida em uma turma de 2° ano. A pesquisa foi realizada através da observação do cotidiano de uma sala de aula e uma entrevista com a professora da turma. Henri Wallon é a principal fundamentação teórica, e alguns autores que discutem a sua teoria como: Almeida (2007, 2012) Dantas (1992), Galvão (2011), Mahoney (2010), dentre outros. O artigo está organizado em: Introdução, referencial teórico, desenvolvimento (sobre a pesquisa) e considerações finais. Constatou-se que a afetividade é algo indispensável no âmbito escolar, porém ainda é um desafio para os professores. Afetividade e aprendizagem são indissociáveis no processo de ensino aprendizagem. É imprescindível reconhecer a importância da afetividade e tê-la como aliada na aprendizagem.

Palavras-chave: Afetividade. Wallon. Aprendizagem.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/rmi.v10i14.4261

Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados à Revista Margens Interdisciplinar - ISSN: 1982-5374

Universidade Federal do Pará - Campus Universitário de Abaetetuba - Editora Campus de Abaetetuba