Logo do cabeçalho da página Revista Margens Interdisciplinar

ENSINO MÉDIO INTEGRADO: IMPLICAÇÕES NAS PRÁTICAS DOCENTES E NAS QUESTÕES DE GESTÃO E FINANCIAMENTO PÚBLICO

Doriedson do Socorro RODRIGUES, Ronaldo Marcos de Lima ARAÚJO, Maria Isabel Batista RODRIGUES, José Pedro Garcia OLIVEIRA

Resumo

O presente trabalho problematiza a implantação do ensino médio integrado, expondo elementos para sua materialização no espaço escolar, tomando como base processos de gestão, práticas docentes e financiamento. Trata-se de pesquisa de cunho bibliográfica, pautada no materialismo histórico-dialético, ao se considerar que as políticas educacionais representam interesses de classe e que a perspectiva integrada aqui em debate configura-se em prol dos interesses da classe trabalhadora, opondo-se às ações dualistas de formação pretendidas pelo capital. Frigotto (2005; 2008), Gramsci (1978), Saviani (2006), Paro (2001), dentre outros autores, tornaram-se referências dialógicas neste trabalho. As análises indicam que o ensino médio integrado pressupõe postura política voltada para um projeto societário atrelado aos interesses dos trabalhadores, muito corroborando para isso processos de financiamento público da escola da pública e de uma materialização de gestão democrática e participativa, bem como práticas docentes voltadas para a emancipação humana numa perspectiva da classe trabalhadora.
Palavras-chave: Ensino Médio Integrado. Gestão. Financiamento Público. Trabalhadores. Práticas Docentes.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/rmi.v11i16.5385

Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados à Revista Margens Interdisciplinar - ISSN: 1982-5374

Universidade Federal do Pará - Campus Universitário de Abaetetuba - Editora Campus de Abaetetuba