Logo do cabeçalho da página Revista Margens Interdisciplinar

PRÁTICAS DISCURSIVAS DA DIVERSIDADE SEXUAL E POLÍTICAS CURRICULARES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA

José Rafael Barbosa RODRIGUES, Josenilda Maria Maués da SILVA

Resumo

A presente escrita vincula-se aos estudos realizados no Grupo de Estudos e Pesquisas em Diferença e Educação – DIFERE, vinculado ao Programa de Pós Graduação em Currículo e Gestão da Escola Básica – PPEB/ICED/UFPA. A investigação intenta problematizar as práticas discursivas da Diversidade Sexual, do respeito e da tolerância, alinhadas ainda à lógica identitária. O estudo investe no exame dos modos como esses textos curriculares operam e produzem, formas viáveis de experimentação do corpo, do gênero e da sexualidade, agindo assim, como biopolíticas que governam e demandam cuidados de si, instituem regras para a viabilidade e para a inclusão do sujeito-outro da educação, em especial, a população LGBT. Do ponto de vista teórico-metodológico, trata-se de um investimento de cunho teórico que opera com uma revisão bibliográfica com ênfase em abordagens de cunho pós-estruturalista que investem no Pensamento da Diferença em Educação utilizando ferramentas analíticas das formulações de Michel Foucault.
Palavras-chave: Diferença. Políticas Curriculares. Diversidade Sexual. Resistência.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/rmi.v11i17.5438

Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados à Revista Margens Interdisciplinar - ISSN: 1982-5374

Universidade Federal do Pará - Campus Universitário de Abaetetuba - Editora Campus de Abaetetuba