A FORMAÇÃO DE CIDADÃOS “DISTINCTOS E MORIGERADOS” NA PROVÍNCIA DO GRÃO PARÁ: 1870-1889

Andreson Carlos Elias Barbosa

Resumo


O artigo objetiva apresentar sucintamente os resultados de um estudo mais amplo sobre o atendimento à criança desvalida no Grão Pará, destacando o Instituto Paraense de Educandos Artífices. Tem como questão base: qual o objetivo principal do governo da Província com a fundação desse Instituto? As fontes primárias utilizadas foram: os relatórios presidenciais e dos diretores do Instituto, a legislação educacional local, minutas de ofícios, e jornais que circulavam na província à época. Os resultados revelam que o atendimento oferecido se caracterizou como mais um instrumento de consolidação dos ideais iluministas produzidos na Europa, materializados no projeto civilizador de transformar índios e mestiços em cidadãos “distinctos e morigerados”.

Palavras-chave: Província do Grão Pará. Criança desvalida. Instituto Paraense de Educandos Artífices.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/rve.v12i2.1012

Revista Ver a Educação. © Direitos reservados 2012