Cabeçalho da página

Memórias, disputas de sentido e transformações sociais: as estratégias e as trajetórias dos ex-trabalhadores da VARIG dez anos após sua venda

Madhiana Valéria Almeida Rodrigues

Resumo

O artigo trata dos fenômenos de transformação ocorridos na trajetória dos ex-funcionários da VARIG, tanto os aposentados quanto os que ainda estavam na ativa quando do fechamento da empresa, atingindo sistemas de representações e relações anteriormente construídas. Trata-se de um caso paradigmático na história da aviação civil no país. Seguindo a metodologia etnográfica, foram realizadas quinze entrevistas não estruturadas e pesquisa em mídias. Argumenta-se que, diante das
necessidades e das disputas de sentido do presente, a memória e a função fantástica do imaginário são utilizadas como ferramentas estratégicas de resistência e de transformação, sobretudo relacionadas às novas formas de sociabilidade e de organização. Por fim, analisa-se a situação contemporânea do grupo que vive “exposto à ameaça do esquecido” (Ricoeur 2007:18). Conclui-se que o esquecimento pode revelar indícios de uma interpretação vulnerável dos acontecimentos e de uma atitude ideológica geral diante da “naturalização” das perdas de direitos, inclusive trabalhistas, em curso no Estado.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/amazonica.v11i1.6679

© Direitos reservados à Amazônica - Revista de Antropologia
This is an open access website under the terms of the Creative Commons Attribution Non-Comercial License.

Gerencia do Portal

Luciléia Silva:

Email: lucileia@ufpa.br

Creative Commons License
Amazônica - Revista de Antropologia da Universidade Federal do Pará é licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-No Derivative Works 3.0 Brasil.
Based on a work at www.periodicos.ufpa.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.periodicos.ufpa.br/index.php/amazonica.