Cabeçalho da página

Imagens do petroceno: habitabilidade e resistência quilombola nas infraestruturas do petróleo em manguezais do Recôncavo Baiano

Rafael Palermo Buti

Resumo

Neste ensaio fotoetnográfico, trago imagens e narrativas do petroceno, entendido como a infraestrutura do petróleo nas paisagens de manguezal do Recôncavo Baiano. Tomando como referência o debate sobre o antropoceno, pretendo contar histórias sobre os efeitos da cadeia petroleira nos territórios quilombolas e pesqueiros da região, mostrando formas de precarização, habitabilidade e modos de engajamento dos quilombolas e pescadores artesanais. A intenção é contribuir para o debate público sobre os efeitos da contaminação da cadeia de exploração de petróleo nas áreas de manguezal, fomentando os direitos de reparação dos pescadores artesanais e a recuperação dos seus ambientes de vida, bem como a inclusão de suas perspectivas nas políticas de conservação e recuperação deste ecossistema.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/amazonica.v12i1.8504

© Direitos reservados à Amazônica - Revista de Antropologia
This is an open access website under the terms of the Creative Commons Attribution Non-Comercial License.

Gerencia do Portal

Luciléia Silva:

Email: lucileia@ufpa.br

Creative Commons License
Amazônica - Revista de Antropologia da Universidade Federal do Pará é licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-No Derivative Works 3.0 Brasil.
Based on a work at www.periodicos.ufpa.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.periodicos.ufpa.br/index.php/amazonica.