Cabeçalho da página

Texto e Performance na África

Karin Barber

Resumo

Se os textos escritos geralmente envolvem algum tipo de dimensão performativa, as performances orais também implicam a constituição de um texto. A antropologia linguística americana usa o termo “entextualização” para o processo pelo qual trechos de discurso falado são destacados de seu contexto imediato e tornados repetíveis e, assim, transmissíveis. Na poesia oral africana existem estratégias de entextualização que envolvem fazer do discurso algo objetivável: ao torná-lo foco de exegese ou ao apresentá-lo como citável, ressaltando assim a percepção de que essas palavras preexistiam ao seu momento presente de enunciação e depois deste poderiam continuar a existir. No entanto, os cânticos de louvor africanos são também altamente dinâmicos. O texto não é consolidado de modo a constituí-lo como monumento imutável. Em vez disso, a consolidação ocorre para que ele possa ser reativado em um novo contexto de enunciação, no qual tenha engajamento efetivo e força dialógica. Logo, pode-se observar que a dimensão performativa e a dimensão entextualizante são inseparáveis e mutuamente dependentes.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/amazonica.v13i1.8536



 © As/os autoras/es que publicam na Amazônica Revista de Antropologia (ARA) retêm os direitos autorais e morais de seu trabalho, licenciando-o sob a Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivação Works 3.0 Brasil que permite que os artigos sejam reutilizados e redistribuídos sem restrições, desde que o trabalho original seja citado corretamente.

Gerencia do Portal:

Luciléia Silva

Email: lucileia@ufpa.br

 

Creative Commons License
Amazônica - Revista de Antropologia da Universidade Federal do Pará é licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivação Works 3.0 Brasil.

This is an open-access website under the terms of the Creative Commons Attribution-NoDerivatives License.
Based on a work at www.periodicos.ufpa.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.periodicos.ufpa.br/index.php/amazonica.