Cabeçalho da página

A EXPANSÃO CAPITALISTA NOS TERRITÓRIOS: UMA REFLEXÃO A PARTIR DO MODELO DE OFERTA ILIMITADA DE MÃO DE OBRA

Daniel Claudy da Silveira, Rogério Leandro Lima da Silveira

Resumo

O estudo busca contribuir com as diferentes perspectivas em relação à ótica do desenvolvimento regional, com enfoque territorial em suas diversas escalas. Além disto, discute brevemente as definições de território, globalização e as suas territorialidades dentro do contexto econômico mundial, determinada pela expansão do capitalismo nos territórios. O texto proporciona uma breve contextualização em relação ao modelo de oferta ilimitada de mão de obra, proposto por Arthur Lewis, o qual conquistou prêmio Nobel de Economia em 1979, que tratou do processo de internacionalização do capital. Para a realização da pesquisa, foram utilizados materiais bibliográficos correspondentes às definições de território, globalização, territorialidades, desenvolvimento regional e internacionalização do capital sob a ótica do modelo de oferta ilimitada de mão de obra. Por fim, serão evidenciados os principais determinantes do atual contexto econômico mundial, no que tange o desenvolvimento regional e, os efeitos da internacionalização do capital sobre o processo de formação dos territórios, bem como suas escalas de análise, as quais são resultantes de (des)interações e de situações conflitantes e contraditórias nas últimas décadas.


Palavras-chave

Desenvolvimento Regional; Território; Modelo de Oferta Ilimitada de Mão de Obra, Internacionalização do Capital.


Texto completo:

PDF

Referências


BRANDÃO, Carlos A. L. As cidades da cidade. Belo Horizonte: EDUFMG, 2006.

____________. Transversalidade, multiescalaridade e os desafios da legitimação das políticas regionais no Brasil. In: Revista Política e Planejamento Regional. Edição Especial, março, 2013. P.32-40. http://www.revistappr.com.br/politica_e_planejamento.pdf

____________. Território & Desenvolvimento. As múltiplas escalas entre o local e o global. Campinas: Ed. UNICAMP, 2007.

BRANDÃO, Carlos Antônio; MONTEIRO DA COSTA, Eduardo J.; e ALVES, Maria Abadia da Silva. Construir o espaço supralocal de articulação socioprodutiva e das estratégias de desenvolvimento – os novos arranjos institucionais. In: DINIZ, Clélio C. e CROCCO, Marco. Economia Regional e Urbana – contribuições recentes. Belo Horizonte: Ed.UFMG, 2006. p. 195-223.

BRANDÃO, Carlos Antônio. Visões teóricas sobre desenvolvimento regional e a questão das escalas (mundial, nacional, subnacional e local) nas políticas regionais contemporâneas. In: Curso Territorialidade e Políticas Públicas no Brasil. ENAP, Brasília, 2 de maio de 2011.

CASTRO, Iná Elias de. Geografia e Política. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005.

CASTRO, Iná Elias de. O problema da escala. In: CASTRO I.E.; GOMES, P.C.C.; e CORREA, R.L. (Orgs). Geografia: conceitos e temas. RJ: Bertrand Brasil, 1995. p.117-140.

EGLER, Cláudio A. G.; BESSA, Vagner de C.; GONÇALVES, André de F. Pensar o território e a região: por uma agenda de desenvolvimento regional. In. Revista Mercator, Fortaleza, v. 12, n. 28, mai./ago. 2013. p.7-17. Disponível: http://www.mercator.ufc.br/index.php/mercator/article/viewFile/965/482.

FLORES, Murilo. A identidade cultural do território como base de estratégias de desenvolvimento - Uma visão do estado da arte. Santiago, Chile: RIMISP, 2006. Disponível: .

KEYNES, J. M. A teoria geral do emprego, do juro e da moeda. São Paulo: Abril Cultural, 1983.

LEWIS, Arthur. O modelo de desenvolvimento com oferta ilimitada de mão de obra. Revista de Manchester School, 1954. Disponível: http://www.adelinotorres.com/economia/W.%20Arthur%20Lewis_O%20desenvolvimento%20com%20oferta%20ilimitada%20de%20m%C3%A3o-de-obra.pdf.

MARX, Karl. O Capital. São Paulo: Abril Cultural, 1982.

OLIVEIRA, Suzana D. R.; FERREIRA, Henrique Villa da C. A política regional brasileira: proposta de modelo de governança para a elevação da PNDR a condição de política de Estado. In: Anais VI SIDR. UNISC, agosto, 2013. P.1-16.

SANTOS, Milton. A natureza do Espaço - técnica e tempo, razão e emoção. São Paulo: Hucitec, 2006.

______. Sociedade e espaço: a formação social como teoria e método. Espaço e Sociedade. Petrópolis: Vozes, 1982.

SMITH, Adam. A riqueza das nações. São Paulo: Abril Cultural, 1982.

SWYNGEDOUW, Erik. Globalización o glocalización? Redes, territorios y reescalamineto. In: Victor Ramiro Fernández e Carlos Brandão (Orgs.) Escalas y políticas del desarrollo regional. Buenos Aires: Ed.Mino Dávila, 2010. p.47-75.

VAINER, Carlos B. As escalas do poder e o poder das escalas: o que pode o poder local? Anais do ENANPUR, 2001. P.140-151. Disponível em: www.anpur.org.br/revista/rbeur/index.php/anais/article/.../2147/2100.

VAINER, Carlos B. Planejamento Territorial e Projeto Nacional: Os desafios da fragmentação. In. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais. V.9, nº 1, maio, 2007. P.9-23. Disponível em: http://www.anpur.org.br/revista/rbeur/index.php/rbeur/article/view/167/151.




DOI: http://dx.doi.org/10.18542/cepec.v4i7-12.6891

Apontamentos

  • Não há apontamentos.