Cabeçalho da página

ANALISE DOS EFEITOS ECONÔMICOS DO BIODIESEL NO DESENVOLVIMENTO DO NORDESTE BRASILEIRO

Marcos da Silva Souza, Fernando Henrique Taques, Douglas Alcantara Alencar

Resumo

O objetivo desse trabalho é analisar os efeitos do biodiesel no desenvolvimento do nordeste a partir da inserção do referido biocombustível na matriz energética ocorrida em 2004, utilizando como base o Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB). A metodologia empregada se refere às características físicas, técnicas e socioeconômicas sobre o biodiesel, com foco no PNPB como instrumento para redução da desigualdade regional, inclusão social e geração de renda, a partir de dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Ministério de Minas e Energia (MME) e da União Brasileira do Biodiesel (Ubrabio). Notabilizam-se resultados pouco satisfatórios sobre a contribuição do programa no aspecto de desenvolvimento regional e geração de renda diante da magnitude do projeto e sua capacidade de inserção.


Palavras-chave

Biodiesel, Desenvolvimento Regional e Inclusão Social.


Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, E. M.(2007) . Inadequacy of technology and innovation systems at the periphery. Cambridge Journal of Economics v. 31, p. 669-690.

ALVIM, A. M; SALLET, C. L. Biocombustíveis: uma análise da evolução do biodiesel no Brasil. Revista Economia e Tecnologia, Curitiba, v. 25, n.7, p.1-14, abr./jun. 2011.

ANP (Agência Nacional do Petróleo). Boletim Mensal do Biodiesel – dez. 2008. Disponível em:. Acesso em 28 out. 2014

ANP (Agência Nacional do Petróleo). Boletim Mensal do Biodiesel. Jun. 2014a. Disponível em:. Acesso em 28 out. 2014

ANP (Agência Nacional do Petróleo). Produção de biodiesel – B100 por produtor – 2005-2014 (bep). Jun. 2014b. Disponível em:. Acesso em 28 out. 2014

BATALHA, M. O.; OSAKI, M. Produção de Biodiesel e Óleo Vegetal no Brasil: realidade e desafio. In: XLVI Congresso da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural, Rio Branco, 2008.

CANO, W. Raízes da concentração industrial em São Paulo. 2. ed. São Paulo: T. A. Queiroz, 1981.

COSTA, A. D.; GARCIA, J. R. A produção brasileira de biodiesel: o caso da Brasil Ecodiesel. Revista Economia e Tecnologia, Curitiba, v. 14, n.4, p.107-118, jul./set. 2008.

DOPPLER W; FINCO, M. V. A. Biodiesel e Desenvolvimento regional na Amazônia Legal: Casos do Estado do Tocantins. Revista Amazônia: Ci. & Desenv., Belém, v.6, n.12, p.89-109, jan./jun. 2011.

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS. O biodiesel e sua contribuição ao desenvolvimento brasileiro. 2010, Brasília. Disponível em:

pdf>Acesso em 30 ago. 2014.

FURTADO, C. Formação Econômica do Brasil. 34. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

_____. Criatividade e dependência na civilização industrial. RJ, Paz e Terra, 1978.

GARCIA, J. R. O programa nacional de produção e uso de biodiesel brasileiro e a agricultura familiar na região nordeste. Dissertação (mestrado) – Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Economia, Campinas, 2007.

GERPEN, J. V.; KNOTHE, G.; KRAHL, J.The Biodiesel Handbook. Champaign, 2005. Disponível em:Acesso em 20 mar. 2013

GOMES, S. V; LIMA, A. A. T.; REZENDE, J. Biodiesel: uma nova fonte em Potencial produtivo e econômico. In: XXVIII Encontro Nacional de engenharia de produção, Rio de Janeiro, 2008.

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO (MAPA). Anuário Estatístico da Agroenergia. 2010. Disponível em:Acesso em 23 out. 2014

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. Evolução da produção das oleaginosas agroenergéticas após o Programa de Produção de Biodiesel. 2012. Disponível em:

Acesso em 18 fev. 2014

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA – SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ENERGÉTICO - NÚCLEO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS DE ENERGIA. Boletim Mensal de Energia.2014, Brasília.Disponível em:

< http://www.mme.gov.br/spe/arquivos/boletins_mensais_de_energia/2014/6.3_-_Boletim_Mensal_de_Energia_-_Julho_2014.pdf >Acesso em 20 set. 2014

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO. Programa Nacional de uso de Biodiesel: inclusão social e desenvolvimento territorial. 2011, Brasília. Disponível em:Acesso em 15 out. 2014

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR.O Futuro da Indústria: Biodiesel. 2006,Brasília. Disponível em:

Acesso em 16 mai. 2013

MINISTÉRIO DO INTERIOR - SUPERINTENDÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO DO NORDESTE. Uma política de desenvolvimento econômico para o Nordeste. 1967, Recife. Disponível em: < http://www.sudene.gov.br/conteudo/download/PDEN%20-%20segunda%20edicao.pdf>Acesso em 09 fev. 2013

OLIVEIRA, L.; SERGEIRO, L. C. Meio ambiente, inovação e competitividade na agroindústria Brasileira: a cadeia produtiva do biodiesel. Sinop: [s.n.], 2006. Disponível em: < http://ageconsearch.umn.edu/bitstream/147143/2/427.pdf>Acesso em 18 fev. 2013

PARENTE, E. J. S. Biodiesel: uma aventura tecnológica num país engraçado. 1ª. ed. Fortaleza: Unigráfica, 2003.

PRADO JÚNIOR, C. História Econômica do Brasil. 41. ed. São Paulo: Brasiliense, 1994.

TANACA, E. K. T.; SOUZA, J. D. F. Industrial Concentration analysis in biodiesel purchase auctions promoted by ANP. In: VII Internacional Pensa Conference, São Paulo, São Paulo, 2009.

UDERMAN, S. Políticas de Desenvolvimento Regional no Brasil: Limites de uma nova agenda para nordeste. XIII Encontro Regional de Economia, Fortaleza, 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.18542/cepec.v6i1-6.7034

Apontamentos

  • Não há apontamentos.