Complexitas – Revista de Filosofia Temática

BIG DATA E INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL: ASPECTOS ÉTICOS E LEGAIS MEDIANTE A TEORIA CRÍTICA

Mariana Rodrigues Gomes de Mello, Everton da Silva Camillo, Beatriz Rosa Pinheiro dos Santos

Resumo

O estudo objetiva refletir sobre o Big Data e a Inteligência Artificial a partir de aspectos éticos e legais à luz da Teoria Crítica. Delimitou-se como objetivos específicos: i) recuperar material documental com aderência à proposta temática deste trabalho e ii) observar possíveis relações entre ética, legislação e Teoria Crítica no âmbito do Big Data e Inteligência Artificial. Levou-se em consideração a construção de uma pesquisa exploratória, de cunho teórico e de natureza qualiquantitativa e o uso das técnicas de bibliometria e close reading. Obteve-se como resultado que: i) a comunidade científica deve continuar trabalhando de maneira crítica as abordagens que se relacionam com universo Big Data e IA, almejando explorar suas potencialidades e transformar seu uso em algo benéfico, ético, legal e consciente frente às necessidades humanas de tomadas de decisão e ii) o Big Data e IA merecem discussões cada vez mais abrangentes em termos de sociedade e que envolvam, sobretudo, as redes sociais virtuais, dadas as fragilidades legislativas nesse campo que abrem margem à violação dos aspectos não apenas éticos e legais, bem como humanos. 


Palavras-chave

Big Data. Ética. Inteligência Artificial. Teoria Crítica.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/complexitas.v3i1.6633



Direitos autorais 2019 Complexitas – Revista de Filosofia Temática

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Licença Creative Commons
Complexitas - Rev. Fil. Tem., Belém, PA, Brasil. ISSN:2525-4154 (online) - Email:revistacomplexitas@gmail.com. Está obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.