Complexitas – Revista de Filosofia Temática

A MATÉRIA E SUAS TRANSFORMAÇÕES: A RELAÇÃO ENTRE CORPO E MENTE, SEGUNDO DIDEROT

Danielly Lima dos Santos, Ana Maria Portich

Resumo

Neste trabalho, será exposto o materialismo defendido por Diderot n’O Sonho de D’Alembert. Nesse texto redigido a partir de 1769, Diderot trata da relação entre corpo e mente por um viés materialista/monista, explicando como duas coisas aparentemente tão diferentes como o pensamento,imaterial e indivisível, e o corpo, material e divisível, estão conectadas. Descarta diretamente o dualismo substancial cartesiano, deixando claro que tudo é matéria (sensível), e a diferença se dá
apenas na sucessiva transformação da matéria de sensibilidade inerte para matéria de sensibilidade ativa. Ou seja, do não inteligente deriva o inteligente. Diderot trata ainda da questão do eu sob um viés materialista e até certo ponto determinista. Diderot compara o eu a um feixe de fios, demostrando qual o processo de transformação que esse feixe de fios passou para chegar na forma atual de feixe de fios: ele era algo imperceptível, formado pelas moléculas de seu pai e sua mãe, tornou-se um fio delgado e depois um feixe de fios. Por um processo de nutrição e transformação das moléculas, cada fibra do feixe de fios se transforma em um órgão, extremamente suscetível à sensibilidade. Algumas das
sensações percebidas são mais fracas, outras mais marcantes, e para Diderot são essas sensações mais marcantes que darão origem à memória, logo são elas que possibilitam a ideia de um eu. Mas Diderot
visualiza o eu como uma ilusão criada por nós, pois, na sucessiva transformação do todo que é a matéria, cada indivíduo é alterado. Participamos desse todo travestido em várias formas, não tendo
assim o conhecimento do que seremos daqui a um ano ou um século, por isso é necessário observar o processo de transformações sucessivas por que a matéria passou para chegar à forma atual. Portanto, só podemos conhecer a natureza do pensamento através do processo de transformação da matéria.


Palavras-chave

Diderot; Iluminismo; Materialismo.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/complexitas.v3i1.6645



Direitos autorais 2019 Complexitas – Revista de Filosofia Temática

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Licença Creative Commons
Complexitas - Rev. Fil. Tem., Belém, PA, Brasil. ISSN:2525-4154 (online) - Email:revistacomplexitas@gmail.com. Está obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.