Complexitas – Revista de Filosofia Temática

DESCOLONIZAR JÁ: PONTOS EM DEBATES SOBRE O EPISTEMICÍDIO

Josimere Serrão Gonçalves, Maria Antonia Paixão Feitosa

Resumo

Este trabalho tem por objetivo discutir acerca da descolonização do saber, apontando como ao longo do processo de colonização de territórios, inúmeros conhecimentos foram negados, silenciados e por fim exterminados. Para esta incursão baseada na pesquisa bibliográfica, autores como Quijano (2005), Crenshaw (2004), Chimamanda (2017), Santos (2010) e Ribeiro (2017, 2018), Machado (2018) são referências para a abordagem ora proposta. Problematizar a questão do epistemicídio, contribuirá desta forma para que outras vozes possam ressoar.


Palavras-chave

Colonialidade; Epistemicídio do conhecimento; Descolonização do saber


Texto completo:

PDF

Referências


ADICHIE, Chimamanda Ngozi. Para educar crianças feministas: um manifesto. Tradução: Denise Bottmann. — 1ª ed. — São Paulo: Companhia das Letras, 2017.

CRENSHAW, Kimberle . A intersecionalidade na discriminação de raça e gênero. In: VV.AA. Cruzamento: raça e gênero. Brasília: Unifem. (2004).

DIAS. Leticia Otero. O feminismo decolonial de Maria Lugones. 8º ENEPED UFGD.5º EPEX –Encontro de Ensino Pesquisa e Extensao. UEMS. Janeiro/2015.

GONÇALVES< Carlos Walter. Apresentação da edição em português. IN: LANDER, Edgardo. (Org) A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais. Perspectivas latino americanas. Coleção Sul, CLACSO, Cidade Autónoma de Buenos Aires, Argentina. Setembro, 2005.

QUIJANO, Anibal. Colonialidade do poder, eurocentrismo e America latina. A Colonialidade do saber, eurocentrismo e Ciencias sociais. Perspectiva latinos americanos. Buenos Aires. CLACSO. (2005).

RIBEIRO, Djamila. O que é lugar de fala?. Belo Horizonte (MG): Letramento.2017.

______, Quem tem medo do feminismo negro?Sao Paulo. Companhia das Letras. 2018.

SANTOS, Boaventura de Sousa e MENEZES, Maria Paula (Org). Epistemologias do Sul. São Paulo: Cortez, 2010.

MACHADO, Carlos. Invenções africanas que mudaram o mundo Disponível em




DOI: http://dx.doi.org/10.18542/complexitas.v4i2.8054



Direitos autorais 2020 Complexitas – Revista de Filosofia Temática

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Licença Creative Commons
Complexitas - Rev. Fil. Tem., Belém, PA, Brasil. ISSN:2525-4154 (online) - Email:revistacomplexitas@gmail.com. Está obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.