Cabeçalho da página

DOROTHY STANG E O PROTAGONISMO FEMININO NA LUTA PELA TERRA E TERRITÓRIO DE VIDA PARAENSE

Marília Geovana de Oliveira Lisboa, Rubens Cunha Castelo Branco

Resumo

O presente trabalho busca discutir o protagonismo feminino na luta pela terra no contexto paraense, destacando as formas de contribuição com base na ótica da mulher. Tomaremos como análise pontual o caso da missionária Dorothy Stang, fundadora do Projeto de Desenvolvimento Sustentável-PDS na cidade de Anapu, assassinada em 2005. A Metodologia deste trabalho se utilizou de levantamento bibliográfico relacionado à luta camponesa feminina, análise documental de arquivos da CPT- Belém, entrevistas, levantes de notícias de jornais, bem como inquéritos policiais. Com base no levantamento de dados, pode se afirmar que a organização
agrária brasileira é produzida pela elite e mantenedora do poder desta desde as primeiras divisões de terras no período colonial. Para manter os privilégios desta elite, diversas formas de violência
contra as famílias são sistematicamente praticadas. Discutiremos a corrida pela construção e
representatividade, identidade e subjetividade da mulher na luta pela terra, através das ações
desenvolvidas por Irma Dorothy. Esta representatividade é importante para o remodelamento da
luta camponesa. A representatividade de Dorothy como defensora pelo território de vida foi
significativa no processo de participação feminina nas demandas do PDS. O seu legado alerta
para o agravamento e silenciamento em torno da violência presente na sociedade na totalidade e
em particular no campo brasileiro.


Texto completo:

PDF

Referências


ANDREATTA Cleusa Maria, ROCCA Susana, Azevedo Wagner Fernandes de. Vozes que desafiam. Dorothy Stang, profetisa e mártir da Amazônia | 21 outubro 2019, Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/78-noticias/593631-vozes-que-desafiam-dorothy-stang-profetisa-e-martir-da-amazonia.

BARBOSA Catarina, Irmã Dorothy segue inspirando luta camponesa, 15 anos após ser morta por fazendeiros, 12 de fevereiro de 2020. Disponível em: HTTPS://www.brasildefato.com.br/2020/02/12/irma-dorothy-segue-inspirando-luta-camponesa-15-anos-apos-ser-morta-por-fazendeiros

BASTER, Raquel. O silenciamento das mulheres camponesas em situação de conflitos no campo e as sementes que anunciam suas resistências. In: Conflitos no campo: Brasil 2018. [Coordenação: Antônio Canuto, Cássia Regina da Silva Luz, Thiago Valentim Pinto Andrade – Goiânia] CPT Nacional – Brasil, 2019, p 83 – 88.

BRETON, Binka le. A dádiva maior: a vida e a morte corajosas da Irma Dorothy Stang - 1ªed São Paulo, Globo. 2008.

Butler, J. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro, 2003: Civilização Brasileira.

CAMPOS, Christiane Senhorinha Soares, Pobreza e exclusão feminina nos territórios do agronegócio: o caso de Cruz Alta/RS.-. Porto Alegre: IGEO/UFRGS, 2009.

CARIOCA, DANIELA SILVA. VIDA RELIGIOSA E PARTICIPAÇÃO POLÍTICA: História e engajamento missionário na congregação feminina de Notre Dame Namur / Daniela Silva Carioca. UFMA.2018.

CHAVES, Ana Ruth dos Santos; CASTRO, Roberta Rowsy Amorim de; MENEZES, Andreia de. A busca pela ascensão feminina no PDS Virola Jatobá, Anapu-PA Revista Estudos Feministas, Florianópolis, 26(1): e42742, janeiro-abril/2018.

COSTA, Mara Cristina de Lima; PORRO, Roberto. Assentamentos convencionais e projetos de desenvolvimento sustentável em Anapu, Pará: percepções locais da trajetória de implementação Revista Retratos de Assentamentos Vol. 22 N.2 de 2019 ISSN: 1516-8182.

FEDERICI, Silvia. Calibã e a bruxa. Mulheres, corpo e acumulação primitiva. Trad. de Coletivo Sycorax, São Paulo: Elefante, 2017. I Tomo, Migraciones.

GARCÍA. Maria Franco. A LUTA PELA TERRA SOB ENFOQUE DE GÊNERO: Os lugares da diferença no Pontal do Paranapanema, UNESP. Presidente Prudente. 2004.

HAESBAERT Rogério Território(s) numa perspectiva latino-americana Journal of Latin American Geography, Volume 19, Number 1, January 2020, pp. 141-151 (Article)

Hirata, H. Por quem os sinos dobram? Globalização e divisão sexual do trabalho (2003). In M. Teixeira (Org.), NOBRE, M e GODINHO, T (org.), Trabalho e cidadania ativa para as mulheres: desafios para as políticas públicas. São Paulo: Coordenadoria Especial da Mulher – Cadernos da Coordenadoria Especial da Mulher.

FERNANDES, Bernardo Mançano, MEDEIROS Leonilde Servolo de, PAULILO, Maria Ignez (orgs.) Lutas camponesas contemporâneas: condições, dilemas e conquistas, v.2: a diversidade das formas das lutas no campo/. – São Paulo: Editora UNESP; Brasília, DF: Núcleo de Estudos Agrários e Desenvolvimento Rural, 2009.

JUNIOR, Marco Antonio Mitidiero, A ação territorial de uma igreja radical: teologia da libertação, luta pela terra e atuação da comissão pastoral da terra no Estado da Paraíba. / Marco Antonio Mitidiero Junior. – São Paulo: USP, 2008.

Movimento Social e Dos Trabalhadores Rurais de Anapu. O Grito dos posseiros do PDS de Anapu. Arquivo da CPT. Anapu. 2005.

PONTES Felício: entrevista [nov. 2020]. Entrevistadores: Rubens Castelo, Marília Lisboa. Plataforma Zoom.

PONTES Felício. A Força. In GUZZO, Maria Rosário Souza, and Nivalda Silva de SANTANA. "Irmã Dorothy Stang: a mártir do PDS." Anapu:[sn] (2009).

SALVARO, G. I. J., Lago, M. C. S., & Wolff, C. S. (2013). “Mulheres agricultoras” e “mulheres camponesas”: lutas de gênero, identidades políticas e subjetividades. Psicologia & Sociedade, 25(1), 79-89.

SILVA, Ivanilson Batista da. O protagonismo das mulheres camponesas na luta pela terra. -. João Pessoa, 2016.

TARREGA Maria Cristina Vidotte Blanco. Violência contra as mulheres. O patriarcado e as institucionalidades públicas nos conflitos no campo. In: Conflitos no campo: Brasil 2019. [Coordenação: Antônio Canuto, Cássia Regina da Silva Luz e Paulo César Moreira dos Santos– Goiânia] CPT Nacional – Brasil, 2020, p 89 – 98.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


GeoAmazônia. Todos os Direitos Reservados.
Print ISSN: 1980-7759 (impresso)
eISSN: 2358-1778
DOI da Revista GeoAmazônia: 10.17551/2358-1778/geoamazonia

Indexadores: DOAJ - Latindex - Periódicos da CAPES - Crossref -  BASE - DRJI -Open Science Directory/EBSCO - Google Acadêmico - Wordcat - Index Corpenicus - Suncat - SUDOC - COPAC - Scilit - ERIH PLUS - REDIB (antigo E-Revista) - EZB - Sumários - LivreEuropub - ZDB - GIGA - CIRC - Openaire - OAJI - Jifactor - Diadorim - MIAR - Citefactor - Journal Factor - Infobase - Biblioteke Virtual - Sindexs - Researchbib - PBN - SHERPA/ROMEO - ZB MED - La Referencia - REBIUN - World WideSciente. Org