Logo do cabeçalho da página Novos Cadernos NAEA

O perfil socioeconômico dos municípios mineradores paraenses: formação de clusters a partir do IFIRJAN

Alegria dos Santos Leite, Gisalda Carvalho Filgueiras, Carlos Eduardo Rodrigues Martins, Suellen Souza Ramos

Resumo

O artigo objetiva analisar o perfil socioeconômico a partir da formação de clusters dos municípios mineradores do estado do Pará. Para tanto, utilizou-se o IFIRJAN- 2010 nos 31 municípios que apresentaram a atividade mineradora com alguma relevância econômica. Destarte, foram utilizadas técnicas de pesquisa qualitativa e quantitativa por meio de análise estatística multivariada com a finalidade de detectar e identificar agrupamentos similares de municípios em termos econômico-sociais com a finalidade de traçar o perfil da mineração no estado do Pará, uma vez que, em 2013, a mineração respondeu por um terço do PIB do estado e 88% do valor das exportações. A análise descritiva dos resultados da pesquisa demonstrou índices bastante baixos, o que aponta para uma pequena importância da atividade mineral na elevação dos pesos dos subíndices do IFIRJAN atribuída aos aspectos referentes ao emprego e renda, educação e saúde. A análise de cluster permitiu a classificação dos municípios mineradores em três grupos, sendo que o maior deles, com 39% dos municípios apresentaram os melhores resultados nos subíndices do IFIRJAN (embora não proporcionais à dimensão econômica da mineração neste aglomerado), bem como PIB, taxa de desflorestamento e vínculos empregatícios. Ademais, os outros dois clusters apresentaram atividades ainda incipientes e com fases iniciais de exploração mineral.


Palavras-chave

Mineração, Cluster, Firjan


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v13i3.2127

Flag Counter

Print ISSN: 1516-6481 – Eletrônica ISSN: 2179-7536