Logo do cabeçalho da página Novos Cadernos NAEA

Desafios da gestão participativa de recursos naturais em uma Reserva Extrativista Marinha no Pará

Sebastiao Rodrigues da Silva Junior, Maria Cristina Alves Maneschy, Tânia Guimaraes Ribeiro, Talita Ingrid da Silva

Resumo

Por definição, uma Reserva Extrativista (Resex) é um território de conservação ambiental em regime de cogestão. Até que ponto a participação dos atores locais – moradores e usuários tradicionais dos recursos – está assegurada? Analisa-se aqui a atuação do Conselho Deliberativo da Resex Marinha Caeté-Taperaçu, no Estado do Pará, a partir do debate sobre a governança participativa e a gestão de recursos comuns. A pesquisa de base, de corte qualitativo, foi feita em diferentes períodos entre 2011 e 2017, envolvendo análise documental, observações e entrevistas com conselheiros e líderes comunitários. O desenho institucional promove a participação dos atores locais na definição das regras de uso e na gestão do território, ao lado de técnicos governamentais, pesquisadores e membros de entidades com assento no Conselho. Porém, há grandes desigualdades na mobilização de seus capitais culturais e sociais, que se evidenciam por ocasião de conflitos que necessariamente emergem nessa modalidade de gestão ambiental.


Palavras-chave

reserva extrativista, gestão, conselho, participação


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v21i1.3388

Flag Counter

Print ISSN: 1516-6481 – Eletrônica ISSN: 2179-7536