Logo do cabeçalho da página Novos Cadernos NAEA

Assistência Técnica e Extensão Rural em comunidades rurais do sul do Amazonas

Marcia Campos Gomes, Ana Claudia Fernandes Nogueira, Francimara Souza da Costa

Resumo

Os serviços de ATER no Brasil auxiliam os produtores rurais na melhoria de seus sistemas produtivos, orientados pela política nacional (PNATER). Este artigo tem por objetivo analisar a execução da PNATER em comunidades rurais localizadas no sul do estado do Amazonas. A metodologia proposta é de cunho qualitativo-quantitativo, tendo como base analítica a análise de conteúdo, e a utilização de dados socioeconômicos dos agricultores tabulados no programa de estatística SPSS. Foram utilizados também dados de campo recolhidos por meio de entrevistas semi-estruturadas e DRP. De posse de um quadro analítico, verificou-se que o serviço de ATER é escasso em grande parte dos estabelecimentos rurais da região analisada. Reconhece-se que a implantação de uma política de ATER voltada à agricultura familiar em modos ambientalmente sustentáveis de produção é limitada, em consequência do baixo investimento no estado do Amazonas em ações de ATER. Concorre ainda a herança difusionista do antigo modelo e do limitado conhecimento dos técnicos sobre a nova política, além da falta de alcance a novas tecnologias sociais por parte dos(as) agricultores(as).


Palavras-chave

política pública; agricultura familiar; assentamento; PNATER


Texto completo:

PDF

Referências


BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Edições 70, LDA, abril de 2007.

BRASIL, Ministério do Desenvolvimento Agrário. Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural. Brasília: MDA/SAF/DATER, 2004.

BRASIL, Ministério do Desenvolvimento Agrário. 1ª Conferência Nacional sobre Assistência Técnica e Extensão Rural. ATER para Agricultura Familiar e Reforma Agrária e o Desenvolvimento Sustentável do Brasil Rural. Brasília: MDA/CONDRAF, s/d.

CAPORAL, F. R; RAMOS, L. F. Da Extensão Rural Convencional à Extensão Rural para o desenvolvimento sustentável: Enfrentar desafios para romper a inércia. Brasília, DF, 2006. 3p.

CASTRO, C.E.F. de. A Pesquisa em Agricultura Familiar. In: CASTRO, et. al. Pontes para o Futuro. 1ª ed. Campinas: CONSEPA, 2005. p.7-48.

CAPORAL, F. R. Política Nacional de ATER: primeiros passos de sua implementação e alguns obstáculos e desafios a serem enfrentados. Brasília, DF, 2005. 9-27p.

COSTA, Francimara Souza da. A dinâmica dos recursos comuns em unidades de conservação e assentamentos rurais no Amazonas: uma abordagem fuzzy. Set. 2014. 363 f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Pará, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Belém, 2014. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido.

COSTA, R. Comercialização e transformação dos produtos da agricultura familiar: alguns pontos a discutir. FUNDAÇAO KONRAD ADENAUER –Agricultura Familiar, agroecologia e mercado no Norte e Nordeste do Brasil. Fortaleza-CE, 2004, p.67.

CORDEIRO, M. S. S. O recebimento do título definitivo em assentamentos: discursos acerca da propriedade da terra. XV Congresso Brasileiro de Sociologia, Curitiba, junho, 2011.

FRAXE, Therezinha de Jesus Pinto; PEREIRA, Henrique dos Santos; WITKOSKI, Antônio Carlos. Comunidades ribeirinhas Amazônicas: modo de vida e uso dos recursos naturais. 1ª ed. Manaus: Reggo Edições, 2011. 224 p.

FRAXE, Therezinha de Jesus Pinto; CASTRO, Albejamere Pereira de; SANTIAGO, Jozane Lima; WITKOSKI, Antônio Carlos. Extensão Rural e Desenvolvimento Sustentável no Amazonas. In: Agroecologia, Extensão Rural e Sustentabilidade na Amazônia. Manaus – Fundação Universidade Federal do Amazonas, 2008. p. 24.

FRAXE, Therezinha de Jesus Pinto. Cultura cabocla-ribeirinha: mitos, lendas e transculturalidade. 1ª ed. São Paulo: Annablume editora, 2004. 374 p.

MATOS, G.R; MARIN, J. O. B. Agricultores familiares e sistemas de produção de frutas em Itapuranga, Goiás. Goiás, 2009.

MEDEIROS, K. F; A Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural - PnATER: Uma Abordagem da Realidade das Unidades Produtivas Familiares - Upf's na Comunidade Carneira no Município de Junco do Seridó/PB. Trabalho de Conclusão de Curso (Gestão Pública Municipal). Universidade Federal da Paraíba. 2012.

MONTEIRO, S. T. Anotações por uma história rural do médio Amazonas. Manaus: EMATER-AM, 1981. 96 p.

NEIVA, Ana Cláudia Gomes Rodrigues. Caracterização Socioeconômica da Comunidade Quilombola Kalunga e proposta de reintrodução do bovino curraleiro como alternativa de geração de renda. Goiânia, 2009. 138 p. Tese (Doutorado em Ciência animal) – Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, Universidade Federal de Goiás, Escola de Veterinária, 2009.

OLIVEIRA, A. D. S de; MAYORGA, M. I de. O. Os impactos da participação do atravessador na economia do setor agrícola: Um estudo de caso. XLIII Congresso da SOBER – “Instituições, Eficiência, Gestão e contratos no Sistema Agroindustrial.” Ribeirão Preto, julho, 2005.

SCHULTZ, Theodore W. A transformação da agricultura tradicional. Connecticut, EUA. 1964.

VERDEJO, M. E. Diagnóstico Rural Participativo: Guia Prático DRP. Brasília, MDA/ Secretaria da Agricultura Familiar. 2006.

PEIXOTO, M. Extensão rural no Brasil – uma abordagem histórica da legislação. Série Textos para Discussão 48. ISSN 1983-0645, Brasília, out., 2008. Disponível em https://www12.senado.leg.br/publicacoes/estudos-legislativos/tipos-de-estudos/textos-para-discussao/td-48-extensao-rural-no-brasil-uma-abordagem-historica-da-legislacao.

PETTAN, K. B. As inter-relações pesquisa, ensino e extensão. In: CASTRO, C. E. F. et al. Ponte para o futuro. Campinas: CONSEPA, 2005. p. 49–64.




DOI: http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v21i1.5470

Flag Counter

Print ISSN: 1516-6481 – Eletrônica ISSN: 2179-7536