Logo do cabeçalho da página Novos Cadernos NAEA

Giuseppe Antonio Landi: das táticas aventurosas na Amazônia Pombalina à renovação do barroco na Santa Maria de Belém do Grão-Pará

Flávio Leonel Abreu da Silveira

Resumo

O artigo em questão busca refletir sobre a importância de Giuseppe Antonio Landi (1713-1791) para reconfiguração das feições da cidade de Santa Maria de Belém do Grão-Pará, no século XVIII, no contexto da Amazônia Pombalina. Trata-se de uma reflexão a partir do campo da Antropologia Urbana que considera as transformações das paisagens citadinas mediante as agências do ilustrado bolonhês, que mesclam projetos pessoais a projetos expansionistas na América portuguesa.


Palavras-chave

Landi, Amazônia, Antropologia Urbana, barroco, paisagens


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5801/ncn.v21i1.5687

Flag Counter

Print ISSN: 1516-6481 – Eletrônica ISSN: 2179-7536