Cabeçalho da página

Cultura, territorialidade e desenvolvimento local: o caso da APA do rio Curiaú no Amapá (Paper 365)

Fernando J. da Costa Santos, Ligia Lopes Simonian

Resumo

Neste artigo, analisa-se a relação entre cultura e desenvolvimento local na Área de Proteção Ambiental (APA) do rio Curiaú no Amapá. Busca-se identificar as implicações socioespaciais a partir da existência de territorialidade(s) e sinalizar os elementos de planejamento local que assumem o fortalecimento e valorização cultural enquanto elementos relevantes para o desenvolvimento sustentável da APA, sendo esse os objetivos aqui propostos. Realizaram-se 50 entrevistas semiestruturadas, sendo 41 formais e nove informais, durante a execução de pesquisa de campo que perdurou por 35 dias. Imbricada de interesses diversos e conflitos instigantes, a relação cultura-desenvolvimento presume a identificação de territorialidades como um elemento teórico e empírico importante para o entendimento da problemática proposta, bem como, balizar o que se tem de planejamento local para se garantir a qualidade de vida da população afrodescendente ali resident. Como resultado notou-se que a relação entre cultura e desenvolvimento nesta UC é deficiente e fragilizada, tanto do ponto de vista das estratégias do governo estadual, quanto das ações que surgem endogenamente por parte das comunidades envolvidas.

Palavras-chave: Cultura. Territorialidade. Desenvolvimento Local. Unidade de Conservação. Curiaú, AP.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/papersnaea.v1i1.11065

Apontamentos

  • Não há apontamentos.