Cabeçalho da página

A valorização da paisagem lacustre pelo turismo: um estudo comparativo entre a laguna dos patos, no Brasil, e o lago de Aiguebelette, na França

Laura Rudzewicz, Antonio Carlos Castrogiovanni, Véronique Peyrache-Gadeau

Resumo

O artigo aborda a relação entre os temas paisagem, patrimônio e água, para refletir a renovação do interesse social pelas práticas turístico-recreativas nos espaços lacustres. Com base na abordagem geográfica do Turismo, parte-se das práticas espaciais dos indivíduos nos locais turísticos, e de uma noção integradora da paisagem, para interrogar: qual é o papel que as paisagens lacustres ocupam nos processos de ativação turística? O objetivo é refletir sobre a valorização do patrimônio paisagístico lacustre pelo turismo nas sociedades contemporâneas, e identificar os desafios atuais à gestão pública. É realizado um estudo comparativo, de base empírica, entre dois corpos lacustres: a Laguna dos Patos, no Brasil e o Lago de Aiguebelette, na França. A pesquisa tem abordagem qualitativa, de caráter exploratório-descritivo, com dados coletados durante o período 2016-2017, através da observação em campo, entrevistas e pesquisa em materiais turísticos e sites oficiais. Os resultados permitem tecer aproximações e divergências nos processos de valorização do patrimônio paisagístico lacustre pelas sociedades e sua representação pelo turismo nos contextos estudados. A emergência de conflitos, reinvindicações e problemáticas acerca da função turístico-recreativa das paisagens lacustres permite repensar as relações entre natureza e cultura, cidadãos e paisagens de água na contemporaneidade.

Palavras-chave: Turismo. Paisagem. Lago. Laguna. Gestão Pública.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/papersnaea.v29i3.9702

Apontamentos

  • Não há apontamentos.