Cabeçalho da página

Lazer e turismo nos jardins botânicos de Belém (PA): um estudo do jardim botânico Rodrigues Alves e do parque zoobotânico do museu Emílio Goeldi

Janise Maria Monteiro Rodrigues Viana, Helena Dóris de Almeida Barbosa, Ligia Terezinha Lopes Simonian

Resumo

O lazer e o turismo são práticas que envolvem relações sociais, culturais e ambientais, a fim de satisfazer a necessidade humana de quebra da rotina. Os jardins botânicos se configuram em espaços ideais para tanto. Neste contexto, este artigo revela o modo como são usufruídos o Jardim Botânico Rodrigues Alves e o Parque Zoobotânico do Museu Emílio Goeldi, como espaços de lazer e turismo em Belém (PA), destacando as múltiplas funções ecológicas, ambientais, educacionais e estética desses espaços. Para tanto utiliza-se a pesquisa bibliográfica, documental, de campo, com observação direta e registro fotográfico. Os dados evidenciaram que tais espaços, mesmo recebendo expressivo e diversificado contingente de frequentadores, apresentam algumas limitações, principalmente no que diz respeito à infraestrutura e à divulgação de seus atrativos. Os resultados apontam que, além de estimularem a sensibilização ambiental, o estudo, a convivência com a biodiversidade amazônica e o lazer, os dois parques contribuem para a qualidade de vida da população urbana local e flutuante.

Palavras-chave: Atividade Turística. Lazer. Áreas Verdes Urbanas. Ambiente Natural.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/papersnaea.v29i3.9705

Apontamentos

  • Não há apontamentos.