Cabeçalho da página

Conexões preliminares para o planejamento e o desenvolvimento do turismo ferroviário no estado do Rio de Janeiro (RJ) a partir dos museus ferroviários

Vera Lúcia Bogéa Borges, Eloise Silveira Botelho, Carla Fraga

Resumo

As políticas públicas de proteção do patrimônio ferroviário são relativamente recentes no Brasil. Os museus ferroviários podem ser interpretados como aglutinadores da identidade cultural e do sentido de pertencimento ao lugar, materializadas no patrimônio cultural ferroviário. Em termos de planejamento e desenvolvimento do turismo ferroviário é essencial compreender as conexões preliminares envolvendo os museus ferroviários. O objetivo geral deste estudo foi analisar a relação entre turismo e ferrovia, tendo como foco os museus ferroviários no Estado do Rio de Janeiro (RJ). Este estudo é exploratório e descritivo, foi composto um referencial teórico a partir de pesquisa bibliográfica, com consulta a livros, artigos, websites, entre outros materiais sobre turismo, ferrovia e museus ferroviários, planejamento e desenvolvimento regional e local do turismo. Adicionou-se a isto as noções sobre paisagens culturais. Foram reunidos dados secundários sobre oito museus (n=8). Foi possível apresentar a área de estudo com o suporte do software QGis 3.8 Zanzibar. Os resultados contribuem para conexões preliminares que podem auxiliar ao planejamento e ao desenvolvimento do turismo nas regiões turísticas (n=8): Metropolitana do Rio de Janeiro (2), Costa do Sol (1), Costa Doce (1), Serra Verde Imperial (1), Vale do Café (3).

Palavras-chave: Turismo. Ferrovia. Museu Ferroviário. Patrimônio. Planejamento.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/papersnaea.v29i3.9712

Apontamentos

  • Não há apontamentos.