Logo do cabeçalho da página Agricultura Familiar: Pesquisa, Formação e Desenvolvimento

A ilusão Genealógica: Parentesco e localidade na fronteira agrária da Amazônia

Roberto Araújo, Gabriela Schiavoni

Resumo

A ocupação das terras de Sítio Novo, localidade do município de Itupiranga, a noroeste de Marabá, é analisada enquanto produto das estratégias, que indivíduos ou grupos adotavam conforme se abriram novas “frentes” geográficas a expansão migratória. Tenta-se precisar a natureza das redes de relações acionadas no decorrer desse processo que imprimiram – em diferentes graus ou extensões determinadas características ao tecido social nas localidades emergentes. Observando estas redes de relações desde a perspectiva dos laços domésticos, pretende-se considerar o fenômenos ligados diretamente a reprodução social como realidades entre si, sem, no entanto, postular sua autonomia face aos contextos globais nos quais se desenrolam. Tentaremos demonstrar a singularidade de um espaço social, que se institui como doméstico mas cuja construção, enquanto tal, está subordinada, em considerável medida, as contingências (fundiárias, econômicas ou políticas) da expansão territorial.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/raf.v1i3.4524

Apontamentos

  • Não há apontamentos.