Logo do cabeçalho da página Agricultura Familiar: Pesquisa, Formação e Desenvolvimento

Indicadores de sustentabilidade na compreensão de processo de adaptação de agroecossistemas familiares

João Paulo Leão de Carvalho, Luís Mauro Santos Silva

Resumo

Utilizando o Marco de Avaliação de Sistemas de Manejo de Recursos Naturais Incorporando
Indicadores de Sustentabilidade (MESMIS), uma ferramenta para avaliação de sustentabilidade em agroecossistemas familiares baseado nos pressupostos da abordagem sistêmica, este trabalho buscou compreender como os agroecossistemas familiares se adaptam às mudanças no contexto socioeconômico no município de Curralinho, Marajó, Pará. Foram adaptados ao contexto estudado dez indicadores para avaliação da sustentabilidade de dezenove agroecossistemas familiares escolhidos de forma intencional. Após uma caracterização dos agroecossistemas familiares foi possível identificar duas distintas lógicas familiares: (i) uma lógica agroextrativista que mantém forte elemento extrativista, mais dependente do natural; e, (ii) outra lógica agroextrativista com maior inserção no mercado, apresentando maior intensificação de elementos técnicos produtivos. As diferentes lógicas são reflexos da adaptação dos agroecossistemas familiares ao atual contexto socioeconômico da região.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/raf.v11i1.4679

Apontamentos

  • Não há apontamentos.