Nova Revista Amazônica

INFÂNCIA NO MAR SALVADOR

Maria do Socorro Braga Reis

Resumo

Nascer na praia, Ser praiano. Água nos banha da hora do nascimento, em bacias reluzentes que dependendo da hora do parir pode ser banhada pelo sol ou pela lua. Criança na praia é canalha2. Os chamados têm que ser ouvidos, pois do contrário seremos marcados por um cipó na certa. Desde pequenos aprendemos a arte de viver em partilha, sobretudo, da alegria. É a fórmula para não entristecer com a vida dura que não escolhe gênero, faixa-etária, cor da pele. Na praia, criança que é criança tem que trabalhar, estudar e, sempre ao final do dia, brincar. Neste ciclo, quando percebemos já somos homens e mulheres prontos para seguir a vida...


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/nra.v6i3.6247

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista do Programa de Pós-Graduação em Linguagens e Saberes na Amazônia

UFPA - Campus Bragança

ISSN: 2318-1346

http://www.periodicos.capes.gov.br/?option=com_pmetabusca&mn=88&smn=88&type=p&sfx=aHR0cDovL2J1c2NhZG9yLnBlcmlvZGljb3MuY2FwZXMuZ292LmJyL1Y%2FZnVuYz1maW5kLWVqLTEmaW5zdGl0dXRlPUNBUEVTJnBvcnRhbD1OT1ZPJm5ld19sbmc9UE9S&sfxparam=nova+revista+amazonica 

https://portalnuclear.cnen.gov.br/livre/Inicial.asp http://www.latindex.unam.mx/buscador/ficRev.html?opcion=1&folio=23023 http://road.issn.org/issn/2318-1346-nova-revista-amazonica-#.VAcguGNtzmd http://www.citefactor.org/journal/index/11370/nova-revista-amaznica#.VCoLqRa272k