Nova Revista Amazônica

DEVOÇÕES NO JURUSSACA: DA LOUVAÇÃO AOS CAMINHOS

Glayce de Fátima Fernandes da Silva, Daniel dos Santos Fernandes

Resumo

Na atualidade, o termo “quilombo” e/ou “remanescente de quilombo” perpassa uma significação que não está contida somente nas definições elencadas nos/pelos dispositivos legais que regem os critérios de reconhecimento e concessão de títulos às comunidades quilombolas, mas às identidades coletivas que cada comunidade vivencia. Assim, segundo O’Dwyer (2002), cada grupo elabora sua própria forma de reconhecer- se como “quilombola” ou “remanescente de quilombo” a partir de suas próprias experiências, e validando-se a partir dos próprios critérios. É isso que faz a comunidade quilombola de Jurussaca (Tracuateua/Pará) durante a “Festa de Todos os Santos”.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/nra.v4i1.6427

Apontamentos

  • Não há apontamentos.