Cabeçalho da página

ENSINO INFORMATIZADO DE LEITURA EM CONTEXTO DE EDUCAÇÃO INFORMAL

DANIELLE A. NUNES, MARCELA TAKAHAJI, PRISCILA BENITEZ, CAMILA DOMENICONI, PAULO ROBERTO DOS SANTOS FERREIRA

Resumo

Investigou-se a efetividade de um procedimento informatizado no ensino de comportamentos de leitura e de escrita a três crianças com dificuldades de aprendizagem em um contexto de educação informal. O procedimento foi aplicado por agentes educacionais da instituição, o que permitiu a análise do comportamento desses monitores naquele contexto. Participaram do estudo três crianças (de 6 a 8 anos de idade) e três adultos (monitores). Dentre as variáveis dependentes do comportamento dos monitores, foram selecionadas para análise: (1) a frequência de participação nas sessões e (2) interação vocal entre monitor e aprendiz. O comportamento das crianças foi analisado com base na porcentagem de acertos nas tarefas aplicadas pelos monitores. As tarefas consistiram na nomeação de palavras e figuras, e na seleção de palavras e figuras em tentativas de matching-to-sample. Como efeito do treino, houve aumento na quantidade de palavras nomeadas corretamente pelas crianças. Os monitores aplicaram as sessões conforme o cronograma, com frequência de no mínimo três vezes por semana. Verificou-se diminuição no número de dicas fornecidas pelos monitores aos alunos conforme os critérios de aprendizagem eram atingidos, o que sugere que a criança passou a responder mais sob o controle dos estímulos fornecidos pelo software e menos sob controle das dicas emitidas pelo monitor.

 Palavras-chave: discriminação condicional, matching-to-sample, educação informal, ensino informatizado, leitura, monitores e crianças.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/rebac.v8i2.1921