Cabeçalho da página

TREINOS DISCRIMINATIVOS EM CÃES UTILIZANDO ESTÍMULOS VISUAIS E PROCEDIMENTO AUTOMATIZADO

Edson Massayuki Huziwara, Tathianna Amorim Souza Montagnoli, Deisy das Graças de Souza

Resumo

Esse artigo apresenta dois experimentos que tiveram por objetivo estabelecer discriminações condicionais visual- visuais em cães utilizando um aparato automatizado. No Experimento I, conduzido com três cães, procurou-se estabelecer discriminações condicionais utilizando um procedimento em que cada relação modelo-comparação era apresentada em blocos de tentativas distintos. No Experimento II, conduzido com dois cães, nós utilizamos uma adaptação de um protocolo de ensino de repertórios discriminativos (partindo de discriminações simples até discriminações condicionais) para pessoas com necessidades educacionais especiais. Em ambos os experimentos, os desempenhos dos sujeitos ficaram sob controle de discriminações simples ao invés de discriminações condicionais. Ao considerar que cães geralmente aprendem discriminações condicionais auditivo-visuais, esses resultados parecem representar um desafio para análises atuais e, ao mesmo tempo, parecem dar origens a dúvidas que poderão ser experimentalmente investigadas no futuro. Palavras-chave: discriminação simples, discriminação condicional, estímulos visuais, aparato automatizado, cães.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/rebac.v10i1.2551