Cabeçalho da página

SOBRE POMBOS E GENTE: ALGUMAS OBSERVAÇÕES SOBRE DIFERENÇAS ENTRE ESPÉCIES EM ESCOLHA E AUTOCONTROLE

Timothy D. Hackenberg

Resumo

A continuidade no comportamento entre espécies tem sido amplamente assumida na análise do comportamento, embora pesquisas recentes pareçam desafiar uma versão forte do pressuposto da continuidade. Este artigo apresenta uma revisão de fontes potenciais para a descontinuidade humano-não humano em escolha e auto-controle. Ênfase especial é colocada nas diferenças nos procedimentos empregados para estudar humanos e outros animais, que dificultam comparações entre espécies. Modificações nos procedimentos empregados com não-humanos (por meio do uso de sistemas de reforço do tipo fichas) e com humanos (por meio do emprego de sistemas de reforço do tipo consumatório) mostram maior acordo nos padrões de escolha de humanos e outros animais. Isto sugere que pelo menos algumas das diferenças relatadas sobre escolhas em procedimentos de autocontrole em humanos e outros animais refletem diferenças de procedimento, mais do que diferenças mais fundamentais em processos comportamentais. Ao estreitar as lacunas metodológicas que separam procedimentos empregados com humanos e não humanos, esta pesquisa aponta estratégias mais efetivas para avaliar a continuidade no comportamento entre espécies.

Palavras-chave: escolha, autocontrole, reforçamento por fichas, reforço consumatório, continuidade entre espécies.


Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/rebac.v1i2.784