Cabeçalho da página

CORRESPONDÊNCIA ENTRE AUTO-RELATOS E DESEMPENHOS ACADÊMICOS ANTECEDENTES EM CRIANÇAS COM HISTÓRIA DE FRACASSO ESCOLAR

Ana Leda de Faria Brino, Julio C. de Rose

Resumo

Este estudo investigou variáveis controladoras de auto-relatos de crianças com história de fracasso escolar sobre desempenhos acadêmicos antecedentes e condições para produzir auto-relatos precisos, correspondentes a ações antecedentes. Quatro crianças do ciclo básico escolar participaram. “Fazer” consistiu em ler em voz alta uma palavra escrita. “Dizer” consistiu em relatar se sua leitura havia sido ou não correta. Numa condição linha de base, na ausência do experimentador e sem conseqüências contingentes à correspondência, os participantes sistematicamente relataram como corretas as suas leituras incorretas. A presença do experimentador e o reforço de correspondência foram condições efetivas para aumentar o número de relatos precisos desses desempenhos. Uma história de punição de erros, provavelmente, controlou inicialmente o auto-relato impreciso das crianças. Palavras-chave: correspondência entre dizer a fazer, fracasso escolar, auto-relato, crianças


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/rebac.v2i1.803