Cabeçalho da página

AÇÕES PELO CONTROLE REPRODUTIVO E POSSE RESPONSÁVEL DE ANIMAIS DOMÉSTICOS INTERPRETADAS À LUZ DO CONCEITO DE METACONTINGÊNCIA

Renato Bortoloti, Renata Grotta D'Agostino

Resumo

A adoção do conceito de metacontingência pode orientar a criação de modelos explicativos para práticas abraçadas por uma comunidade e também ajudar no planejamento de políticas públicas mais eficientes no alcance de seus objetivos. Este trabalho delineia um conjunto de contingências comportamentais entrelaçadas na tentativa de analisar o estabelecimento de ações pela promoção do controle reprodutivo de cães e gatos e pela posse responsável desses animais numa cidade do interior do estado de São Paulo. A efetividade das ações desenvolvidas parece relacionada a interações que criaram contingências reforçadoras para entidades de proteção animal que atuam na cidade, para o poder público municipal, para clínicas veterinárias particulares e para proprietários de cães e gatos. Cada um desses agentes tem, possivelmente, interesses distintos, mas as interações estabelecidas entre eles parecem ter criado condições que favoreceram e fortaleceram a realização de cirurgias de esterilização de cães e gatos em larga escala, combinadas com medidas educativas, punitivas e de monitoramento estruturadas para promover a posse responsável de animais domésticos. Essas contingências interligadas tiveram como produtos agregados a esterilização de quase dez mil animais em cinco anos, uma expressiva diminuição no número de filhotes abandonados e um aumento na expectativa de vida dos cães e gatos da cidade. Palavras-chave: metacontingência, controle reprodutivo de cães e gatos, posse responsável de animais domésticos


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/rebac.v3i1.821