Cabeçalho da página

AQUISIÇÃO DE REPERTÓRIO DISCRIMINATIVO AUDITIVO EM ESQUEMA MÚLTIPLO: EXPLORANDO PROCEDIMENTO PARA ESTUDO DA FORMAÇÃO DE CLASSES FUNCIONAIS EM RATOS

Thiago Dias Costa, Romariz da Silva Barros, Olavo de Faria Galvão, Maria de Jesus Dutra dos Reis

Resumo

Estudos sobre a formação de classes de estímulos usualmente requerem o treino de discriminações de linha de base que incluem múltiplas discriminações simples e/ou condicionais inter-relacionadas. O objetivo do presente estudo foi replicar a fase de aquisição de discriminações de linha de base de um estudo anterior com ratos como sujeitos, com mudanças de procedimento objetivando tornar mais eficiente o treino de linha de base. Seis ratos albinos (Rattus norvegicus) foram submetidos a treino de discriminações simples sucessivas, com estímulos auditivos, em sessões de longa duração. Dois estímulos auditivos (A1 e B1) foram correlacionados a esquema de razão variável (VR) e dois outros estímulos (A2 e B2) foram correlacionados a esquema de reforço diferencial de taxas baixas (DRL). Cinco dos seis ratos demonstraram aquisição das discriminações, desenvolvendo dois padrões distintos de responder (taxas altas no esquema VR e taxas baixas no esquema DRL) sob controle dos estímulos auditivos. Este trabalho sugere que o emprego de esquemas múltiplos com estímulos auditivos em sessões de longa duração pode representar uma alternativa rápida e eficaz na formação de uma linha de base necessária aos estudos de formação de classes funcionais com estímulos auditivos e com ratos como sujeitos. Palavras-chave: razão variável, reforço diferencial de taxas baixas, estímulos auditivos, Rattus novergicus


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/rebac.v3i1.824