Cabeçalho da página

RELAÇÕES DE INDEPENDÊNCIA E DEPENDÊNCIA FUNCIONAL ENTRE OS OPERANTES VERBAIS MANDO E TATO COM A MESMA TOPOGRAFIA

Lucas Ferraz Córdova, Mariana Lage, Antonio de Freitas Ribeiro

Resumo

O presente estudo buscou investigar se o ensino de uma topografia de resposta verbal em um determinado operante é suficiente para produzir a emissão dessa mesma topografia em outro operante verbal. Buscou ainda investigar se a ordem de treino (i.e. treino de mando – teste de surgimento colateral de tato; treino de tato – teste de surgimento colateral de mando) exerce alguma diferença sobre o desempenho dos participantes. Participaram do estudo 10 crianças divididas em dois grupos diferenciados pela ordem de treino. O Grupo 1 começou com o treino de mando e teste de tato, enquanto que o Grupo 2 iniciou o procedimento com treino de tato e teste de mando. O Grupo 1 era composto por quatro crianças e o Grupo 2 por seis crianças. Foi observado um padrão de independência funcional nas crianças do Grupo 2, já no Grupo 1 foi possível identificar padrões de independência e de dependência funcional entre mandos e tatos. Os dados são discutidos levando em consideração a noção de controle de estímulos, e ainda, apresenta uma visão dinâmica da mudança de independência para a dependência funcional. Palavras-chave: comportamento verbal, operantes verbais, tato, mando, independência funcional


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/rebac.v3i2.835