Cabeçalho da página

ATIVIDADE DURANTE O ATRASO: EFEITOS SOBRE A ESCOLHA ENTRE AUTOCONTROLE E IMPULSIVIDADE

Júnnia Maria Moreira, Josele Abreu-Rodrigues

Resumo

O presente trabalho avaliou os efeitos do responder durante o atraso, com exigência ou não de variação, sobre a escolha entre autocontrole (AC) e impulsividade (IP). Na primeira condição, quatro pombos foram expostos a duas alternativas de escolha: 2 s de acesso ao reforço com atraso de 2 s (IP) vs. 10 s de acesso ao reforço com atraso de 30 s (AC). Na segunda condição, sequências de quatro respostas durante o atraso mais longo produziam reforço se atendessem ao critério de variação. Na terceira condição, as sequências produziam reforços independentemente do critério de variação. Os resultados mostraram que (1) a segunda condição produziu níveis mais altos de variação do que a terceira condição e (2) a escolha por autocontrole foi menor na primeira condição do que nas outras duas condições, as quais não diferiram entre si. Foi concluído que o responder durante o atraso favoreceu escolha por autocontrole, independentemente de contingências de variação. Palavras-chave: autocontrole, variação comportamental, responder durante o atraso, escolha, pombos


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/rebac.v4i1.843