Cabeçalho da página

DISCRIMINAÇÕES SIMPLES SIMULTÂNEAS E RESPONDER RELACIONAL SIMPLE SIMULTANEOUS DISCRIMINATION AND RELATIONAL RESPONDING

Márcio Borges Moreira, João Claudio Todorov, Lauro Eugênio Guimarães Nalini

Resumo

O presente trabalho apresentou um procedimento de treino discriminativo alternativo às propostas atuais sobre responder relacional e emergência de relações entre estímulos. Participaram 17 alunos do curso de Psicologia e 16 alunos e um professor do curso de Engenharia de Telecomunicações. Os participantes foram expostos a treinos de discriminações simples simultâneas com estímulos compostos. Após o treino, os estímulos foram decompostos e relações aprendidas e novas entre estímulos foram testadas utilizando-se um procedimento de emparelhamento ao modelo. Dez alunos do curso de Engenharia e dois do curso de Psicologia atingiram o critério de aprendizagem nos treinos. Sete desses 12 participantes apresentaram emergência de novas relações nos testes. O procedimento de treino mostrou-se viável para o estudo do responder relacional e emergência de relações entre estímulos. Os resultados sugerem ainda uma reflexão sobre os conceitos de discriminação simples e discriminação condicional e sobre a história pré-experimental dos participantes como uma variável relevante para o estudo do comportamento simbólico. Palavras-chave: discriminações simples simultâneas, responder relacional, emergência de relações entre estímulos


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/rebac.v4i1.847