Submissões

Submissões Online

Já possui um login/senha de acesso à revista Revista Brasileira de Análise do Comportamento?
Acesso

Não tem login/senha?
Acesse a página de cadastro

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

Diretrizes para Autores

INSTRUÇÕES PARA PREPARAÇÃO DE MANUSCRITOS

 

            A Revista Brasileira de Análise do Comportamento (REBAC) é uma publicação semestral que visa divulgar a Análise do Comportamento no Brasil e no exterior, publicando trabalhos originais em português ou inglês nas categorias artigo teórico, análise conceitual, relato de pesquisa pleno e breve. A revista publica, ainda, artigos que contribuem para a preservação da história da Análise do Comportamento e, também, tradução de artigos clássicos.

 

INFORMAÇÕES SOBRE A SUBMISSÃO DE MANUSCRITOS

 

                        Para assegurar que o processo editorial seja rápido e eficiente, verifique se o manuscrito atende às normas da revista (ver a seguir) e se segue as regras gramaticais de estilo de redação científica. 

            Manuscritos submetidos à REBAC devem seguir as normas de estilo e organização descritas no Publication Manual of the American Psychological Association (6th Edition, 2010) e devem utilizar normas semelhantes às do Journal of the Experimental Analysis of Behavior. Apenas manuscritos que estiverem em conformidade com essas exigências serão avaliados.

            O manuscrito deverá ser enviado como um arquivo no formato Rich Text (.rtf) ou MS-Word (.doc) por e-mail. Nenhuma cópia em papel enviada por correio será aceita. O manuscrito e todas as correspondências relacionadas a ele devem ser enviados ao Editor por e-mail (veja endereço no final deste documento).         

            Todo manuscrito deve estar acompanhado por uma carta de encaminhamento ao editor afirmando que os autores concordam que a revista conduza o processo editorial, bem como que o estudo foi conduzido seguindo-se os princípios éticos. A carta deve conter o nome de todos os autores e a afirmação de que o manuscrito não está sendo avaliado e nem será submetido à avaliação em outra revista durante o processo editorial em curso na REBAC. Os arquivos, incluindo a carta e o manuscrito, devem ser enviados por e-mail ao Editor, com cópia para todos os autores.

O processo editorial terá início apenas se todas as exigências acima forem cumpridas, caso contrário o manuscrito será devolvido para que as modificações e inclusões sejam realizadas. O Editor acusará imediatamente o recebimento do manuscrito.

 

CONSIDERAÇÕES ÉTICAS

 

Tratamento dos sujeitos

            Qualquer aspecto não usual do procedimento de experimentos relatados que possam ter estressado os sujeitos experimentais deve ser justificado na descrição dos propósitos do estudo. Os revisores serão encorajados a comentar se esses aspectos são apropriados ou não. Além disso, assume-se que pesquisas submetidas à publicação na REBAC seguiram os Princípios Éticos da APA para Psicólogos. Manuscritos com suspeita de violação desses princípios necessitarão de revisão que justifique os métodos e técnicas utilizadas. Informação adicional sobre os Princípios Éticos da APA podem ser encontrados no exemplar de Março de 1986 do Journal of the Experimental Analysis of Behavior e nas normas da APA para Condução Ética no Cuidado e Uso de Animais.

Guarda e Compartilhamento de dados

            Autores com artigos publicados podem receber solicitações de envio dos dados originais (brutos) dos quais derivaram as análises apresentadas no artigo. O solicitante pode ter interesse em realizar novas análises, para, eventualmente, examinar a adequação de um modelo ou de uma interpretação alternativa. É esperado que os autores concordem com tais solicitações cooperativamente e prontamente. Os autores devem guardar os dados originais por um período de pelo menos 5 anos a partir da data de publicação.

 

FORMATO E ORGANIZAÇÃO

 

            Digite o manuscrito com margens de 3,2 cm (1,25 polegadas), espaço duplo (incluindo referências, figuras, títulos de figuras e tabelas). Use fonte Times New Roman tamanho 12 pontos. O manuscrito não deve exceder 30 páginas incluindo referências, tabelas, etc. Para que a tarefa de diagramação seja menos árdua e mais rápida, use um editor de texto compatível com o MS-Word e utilize o mínimo de comandos automáticos do programa. Apenas uma fonte deve ser utilizada. Negrito, itálico e outros elementos de estilo não devem ser utilizados. As palavras que devem aparecer em itálico no texto impresso devem ser sublinhadas no manuscrito.

 

Organize o manuscrito na seguinte sequência:

 

Primeira páginaFolha de rosto com o nome dos autores. A primeira página deve incluir:

1. Título em Português e Inglês com no máximo 15 palavras. A tradução para o Português pode ser solicitada ao Editor no caso de autores que não dominem a língua portuguesa.

2. Nome dos autores.

3. Afiliação institucional e país dos autores.

4. Sugestão de título curto na língua que o manuscrito foi redigido, o qual aparece no topo de páginas ímpares na versão final impressa. Esse título não deve exceder 4 palavras.

5. O endereço completo para correspondência, incluindo código postal, número de telefone e e-mail do autor de contato.

6. Nota do autor com agradecimentos e informações sobre financiamento.

            O manuscrito será avaliado por pelo menos dois revisores, membros do corpo editorial ou revisores ad hoc. A primeira página com nomes dos autores será omitida para os revisores. Os autores são responsáveis por informações no corpo do trabalho que identifiquem a autoria do manuscrito.

Segunda página – Título sem nome de autores. Esta segunda folha de rosto omite a identificação a identificação dos autores. Deve-se incluir nessa página:

1. Título em Português ou Inglês.

2. Sugestão de título curto.

Terceira página – Resumo. A terceira página deve conter:

1. Resumo em Português de no mínimo 150 e no máximo 250 palavras. Tradução para o português pode ser solicitada ao Editor por autores que não dominem a língua portuguesa.

2. Palavras-chave: mínimo de três e máximo de 5 palavras digitadas com letras minúsculas e separadas por vírgula.

Liste palavras-chave em ordem decrescente de importância, com exceção das relativas à resposta investigada que deve ser a penúltima e à caracterização dos sujeitos, listada por último.

Quarta página – Abstract. A quarta pagina deve conter:

1. Resumo em Inglês (Abstract) entre 150 e 250 palavras.

2. Keywords: mínimo de três e máximo de 5 palavras digitadas com letras caixa baixa e separadas por vírgula. Keywords devem ser equivalentes às palavras-chave e também listadas em ordem decrescente de importância.

 

Atenção: Resumos em português e inglês devem ser equivalentes e completos com não mais do que 20 linhas. Os resumos devem sumarizar os objetivos do estudo, o procedimento geral, os principais resultados e as conclusões obtidas do trabalho experimental. Não utilize abreviações, exceto em casos especiais, para aumentar a clareza do texto. Evite citação de referências, exceto quando essencial para esclarecer alguma idéia muito importante. Evite frases não informativas e vagas tais como: “Várias explicações dos resultados foram discutidas”.

Quinta e demais páginas – Corpo do artigo.

            O texto deve incluir uma introdução (não escrever o título Introdução) seguida pelo Método, Resultados e Discussão, nesta ordem. Organização das seções diferente desta deverá ser evitada e só será aceita quando necessária para melhorar a clareza do texto.  Em alguns casos Resultados e Discussão podem ser apresentados juntos, embora esse procedimento não seja recomendado.

            Depois do texto, inclua em nova página e na seguinte ordem as informações: Referências, Tabelas, Figuras e Apêndices.

            O texto deve ser estruturado com no máximo 5 níveis de seção e subseção.

 

CORPO DO TRABALHO

 

            Essa parte do manuscrito deve iniciar em uma nova página. Todas as páginas a partir dessa seção deverão ser numeradas de forma consecutiva e iniciando pelo número cinco (5). Os subtítulos (ou subseções) devem ser formatados de acordo com as normas da APA que limita em, no máximo, 5 níveis.

            Um artigo divulga novos procedimentos e achados e, portanto, deve ser claro e conciso. Use frases curtas e diretas. Os procedimentos e o comportamento resultante devem ser descritos como tendo ocorrido no passado. Princípios gerais, provavelmente verdadeiros por muito tempo, devem ser discutidos em tempo presente. Se o autor conseguir justificar a violação de uma convenção, a forma utilizada deve ser consistente em todo o texto. O Manual de Publicação da APA apresenta técnicas para reduzir vieses em várias expressões convencionais.

Introdução

            A Introdução (não intitulada assim no texto) deve fornecer uma racional sucinta para o estudo. Nessa seção, deixe claro quais questões serão abordadas e porque é interessante respondê-las. A Introdução deve mencionar a literatura relevante e identificar problemas que a pesquisa foi delineada para esclarecer.

            Regras de Citação devem ser observadas. Reconheça a autoria e indique as datas de publicação de todos os trabalhos citados. Todos os nomes de autores devem ser seguidos pelo ano de publicação quando o trabalho é citado pela primeira vez em casa parágrafo. Citações literais de texto devem ser digitadas entre aspas, com a indicação das páginas de onde forem copiadas. No caso de citação literal mais longa que 40 palavras, a margem esquerda deve ser maior que o resto do texto. Todas as citações de citações devem indicar as referências originais, embora esse tipo de citação deva ser evitado, especialmente quando o trabalho original for de fácil acesso. Caso necessário, entretanto, o sobrenome do autor do original, o ano de publicação, o sobrenome do autor da citação e data de publicação devem ser indicados. A citação de um conjunto de referências juntas no corpo do trabalho deve ser feita em ordem alfabética (e não cronológica).

Método

            A descrição do método deve permitir ao leitor compreender o que foi realizado e replicar o estudo.

Participantes (humanos) e sujeitos (não-humanos). Essa seção deve descrever as características relevantes dos sujeitos. De acordo com o Manual de Publicação, sujeitos animais não-humanos devem ser indicados pelo gênero, espécie e linhagem ou pelo nome e localização do fornecedor. Forneça informação relevante sobre o número, idade, peso, condições fisiológicas e características gerais do tratamento e manuseio dos animais. Inclua informações sobre as histórias experimentais dos animais e a forma de determinação da redução de peso. Sujeitos não-humanos devem ser descritos pela sua espécie e não filo. Por exemplo, utilizar “pombos” em vez de “ave” para descrever os primeiros. Para sujeitos humanos, inclua informações, quando relevante, sobre fatores como gênero, escolaridade, uso de drogas psicoativas, diagnóstico clínico, e medidas de funcionamento intelectual para indivíduos com a probabilidade de estarem fora dos parâmetros de desenvolvimento típico.

Equipamento. Forneça informação suficiente para permitir replicação.

Estímulos. Inclua figuras ou diagramas de estímulos difíceis de descrever.

Procedimento. Forneça uma descrição bem organizada do que foi feito. Geralmente é útil indicar resumidamente a justificativa para a programação das condições. Tabelas e diagramas ou fluxogramas podem ser úteis para organizar as informações. Para sujeitos humanos, inclua a cópia de todas as instruções.

Resultados

            Essa seção deve fornecer uma descrição coerente, organizada e objetiva dos efeitos importantes das variáveis independentes (e.g., relações funcionais e tendências).

Discussão

            A Discussão deve focalizar em como os resultados respondem, ou não, as questões levantadas na Introdução e como eles ajudam a esclarecer e estender princípios.

Referências

            Esta seção deve iniciar em nova página. Referências devem ser organizadas em ordem alfabética pelo sobrenome do autor e deve ser digitada em espaço duplo, sem espaço entre parágrafos. Cada referência deve ser listada em um novo parágrafo. Recomenda-se aos autores que revejam cuidadosamente as regras da revista e as normas da APA antes de elaborarem as referências, para que todos os critérios sejam obedecidos.

            O texto deve fazer contato adequado com a literatura relevante por meio das referências. Confira cada referência com a fonte original e não dependa de outras listas de referência, pois elas podem conter erros.

            Faça uma dupla conferência para evitar discrepâncias entre as citações no texto e na lista de referências, incluindo o ano de publicação. Certifique-se de que todas as citações no texto aparecem na lista e vice-versa.

            Dados não publicados de dissertações podem ser citados na lista de referência, mas não é apropriado apelar para outros dados não publicados, como aqueles apresentados em congressos, para apoiar um argumento. Tais dados não estão disponíveis para o leitor examinar. Apresentações em congresso que auxiliam o pesquisador a definir um procedimento ou a introduzir um conceito, entretanto, devem ser reconhecidas e citadas no texto e referenciadas em nota de rodapé em vez de na lista de referências.

            Siga as normas do Manual de Publicação da APA para formatar as citações e a lista de referências. Veja abaixo exemplos de como devem ser formatadas as fontes de referência mais comuns.

Livro: Sobrenome, Iniciais. (ano de publicação). Título. Local: Editora.

Danna, M.F., & Matos, M.A. (1982). Ensinando observação. São Paulo: Edicon.

Capítulo de Livro: Sobrenome, Iniciais. (ano de publicação). Título do Capítulo. In Iniciais e sobrenome (Ed.), Título do livro (pp. Primeira-última página do capítulo). Local: Editora.

Catania, A.C. (1988). The operant behaviorismo f B. F. Skinner. In A. C. Catania, & S. Harnad (Eds.), The selection of behavior: The operant behaviorism of B. F. Skinner, Comments and consequences (pp. 3-8). Cambridge, MA: Cambridge University Press.

Artigo em Periódico Científico: Sobrenome, Iniciais. (ano de publicação). Título do artigo. Periódico, Volume, primeira-última página.

Petroski, H. (1995). Soft graphics. American Scientist, 83, 17-20.

Todorov, J.C. (1989). A psicologia como estudo de interações. Psicologia: Teoria e Pesquisa, 5, 347-352.

Figuras e Tabelas

            Figuras e tabelas devem ser apresentadas com legendas e títulos, cada qual em uma nova página. O título de uma tabela deve ser apresentado no topo da tabela em caixa alta nas letras iniciais e deve indicar seu conteúdo. O título de uma figura deve ser apresentado abaixo da figura e seguir as mesmas especificações das tabelas.

            Os títulos de tabelas e os cabeçalhos devem tornar o conteúdo inteligível, sem necessidade de referência ao texto. No caso das tabelas complexas, descrições detalhadas, mas breves podem ser apropriadas como parte do título da tabela. Consulte o Manual da Publicação para uma descrição completa sobre como preparar tabelas.

            As figuras são especialmente eficazes para mostrar tendências e, em geral, são o foco da seção de Resultados. É importante, portanto, que elas sejam preparadas com cuidado e com uma formatação efetiva.

            As figuras devem ser completas e suficientemente claras para serem compreendidas sem o título. Utilize o espaço de forma eficiente; coloque as legendas no espaço em branco dentro dos limites da figura. Os símbolos, curvas e marcações de registro-cumulativo devem ser rotuladas de maneira apropriada.

            Quando preparar uma ilustração página inteira, considere que o espaço deve contemplar também o título. As figuras podem ser reduzidas durante o processo de diagramação.

            Evite tipos achatados, com linhas grossas e não utilize negrito. As letras e números em fontes altas, estreitas e com linhas finas são reproduzidas com melhor visibilidade (e.g., Helvética ou  Arial). Letras com tamanho uniforme, em caixa alta ou baixa que melhor se ajustam à área disponível podem ser utilizadas. É melhor utilizar caixa alta e baixa de um tamanho legível do que utilizar apenas letras maiúsculas de tamanho menor e mais difícil de ler.

            O mesmo estilo de fonte deve ser consistentemente utilizado em todas as figuras. Quando for possível, mantenha informações explicativas (identificação dos sujeitos, número de sessão, etc.) no corpo da figura em vez de acima, abaixo ou ao lado.

Símbolos dos dados. Quando símbolos vazios forem escolhidos para representar os dados, utilize linhas finas em símbolos que sejam grandes o suficiente para, no caso de necessidade de redução, garantir a distinção entre as diferentes formas utilizadas (círculo, triângulo e quadrado).

Eixos e linhas.  Evite linhas pesadas nos eixos porque elas podem dar a impressão de que as fontes finais e os símbolos utilizados na figura estão desproporcionalmente finos.

            Forneça marcas suficientemente espaçadas dos valores das escalas nos dois eixos, para evitar uma aparência muito cheia, mas permitir uma leitura razoavelmente precisa dos valores de x e e y dos dados. Evite linhas grossas para representar funções teóricas ou para unir os pontos. Se tipos diferentes de linha forem utilizados para unir os pontos, escolha as linhas tracejadas com cuidado; os espaços entre traços devem ser suficientes para manter as separações  no caso de redução da figura.

            Não coloque moldura na figura.

            Submeta as figuras no tamanho real que deseja na publicação para largura de uma ou duas colunas para que os revisores e editores possam julgar sua adequação. As dimensões e proporções da página da revista são: altura 21 cm; largura  de uma coluna 7.0 cm; e largura de duas colunas 14.5 cm.

            Numere todas as figuras consecutivamente com numerais Arábicos e na ordem em que são apresentadas no manuscrito. Indique o local aproximado em que cada figura deve ser inserida no texto em linha separada. Por exemplo:

[Insira a Figura X]

Título das Figuras. Os títulos das figuras devem ser concisos, mas suficientemente completos para as figuras serem compreendidas sem necessidade de recorrer ao texto. Na versão publicada do artigo, as figuras serão colocadas próximas às descrições correspondentes no texto. Consequentemente, o texto não deve duplicar a descrição no título.

Apêndice

O Apêndice deve ser apresentado em página nova, depois da seção de Referências. Todas as páginas devem ser numeradas consecutivamente, em espaço duplo. Os anexos devem ser preparados apenas se for realmente essencial para a compreensão do texto. Os autores podem preferir informar os leitores em uma nota sobre quais instrumentos ou outros materiais estão disponíveis e como consegui-los. Todos os apêndices devem ser indicados no texto e identificados com letras maiúsculas (A,B,C, etc.).

 

Termos técnicos e abreviações

Termos Técnicos. Os termos técnicos não são familiares a ninguém. Tais termos são necessários para a precisão do texto e não podem ser eliminados, mas eles devem ser explicados. Tal explicação geralmente pode ser incorporada no texto quando o termo é utilizado pela primeira vez, como no exemplo: Na presença de um estímulo, o SD, bicadas eram reforçadas, na presença de outro estímulo, o SD , bicadas não eram reforçadas.

            Não introduza termos técnicos desnecessários. Pode ser muito útil consultar um glossário de termos técnicos.

Abreviações. Não utilize abreviações no título; elas podem ser utilizadas de forma moderada no resumo para melhorar a clareza. Não inicie frases com abreviações (ou numerais). Não abrevie experimentador com E, sujeito como S, número como N, ou resposta como R. Não introduza abreviações desnecessariamente. Economia de espaço raramente justifica abreviações, embora elas algumas vezes possam ser úteis para fins de concisão, tais como frases em Latin (i.e., e.g., etc) usadas entre parênteses, e com unidades físicas padrões (cc, dB, kg, ml, N, mA, s) quando acompanhadas por número. Essas unidades não são seguidas por ponto exceto quando ocasionar confusão, como in. para inch no meio do texto em inglês. As palavras Figura e Experimento, mesmo quando seguidas por um número, não são abreviadas no texto. Para uma discussão completa sobra a utilização de abreviações, veja o Manual de Publicação.

 

REVISANDO O MANUSCRITO E NORMAS PARA A SUBMISSÃO DA VERSÃO FINAL ACEITA

            Os autores dos manuscritos aceitos e que não precisarem realizar modificações substanciais devem enviar ao Editor uma cópia digital da verão final acompanhada por carta assinada por todos os autores, indicando que os direitos autorais de reprodução e divulgação do artigo serão da Revista Brasileira de Análise do Comportamento.

            Os autores dos manuscritos recomendados para publicação sob a condição de que sejam feitas revisões baseadas nos comentários dos revisores devem enviar ao Editor a cópia digital do manuscrito revisado, juntamente com uma carta que descreva todas as mudanças introduzidas no manuscrito. Nos casos em que os autores decidirem não aceitar alguma modificação sugerida, eles devem justificar tal decisão. O conteúdo desta carta sem a identificação da autoria e o manuscrito revisado serão enviados a um membro do Corpo Editorial ou ao Editor Associado responsável para a revisão final.

Revisão Final (após aceite)

            Antes de enviar os manuscritos para impressão, o Editor enviará a cópia do artigo diagramado para uma revisão final do autor. Essa revisão deverá ser feita em dois dias úteis e as modificações de forma necessária antes da impressão devem ser informadas ao Editor até esse período. Caso os autores não enviem o manuscrito com as últimas revisões, o Editor assumirá que os autores aceitaram o material na sua forma corrente.

 

Editora 2015-2016: Dra. Deisy das Graças de Souza

 

Submissões enviar email para a Editora com cópia para a secretária de publicação:

Editora (Deisy de Souza): ddgs@ufscar.br

Secretária de Publicação (Mariéle Diniz Cortez): maridiniz@yahoo.com

 

Declaração de Direito Autoral

Os autores dos manuscritos aceitos e que não precisarem realizar modificações substanciais devem enviar ao Editor uma cópia digital da verão final acompanhada por carta assinada por todos os autores, indicando que os direitos autorais de reprodução e divulgação do artigo serão da Revista Brasileira de Análise do Comportamento.    

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.