Cabeçalho da página
AMAZÔNICA é um periódico científico transnacional, voltado a promover o debate, a construção do conhecimento e a veiculação de resultados de pesquisas científicas relativas às populações amazônicas, nos quatro campos da antropologia.

São aceitos artigos em português, inglês, espanhol e francês. A revista publica artigos originais inéditos, relatórios de pesquisa, notícias de pesquisas em andamento, resenhas, traduções, resumos de teses e ensaios fotográficos.

UFPACAPES

ISSN 2176-0675 (on line)        Qualis B1

FI = 4.889 (Scientific Journal Impact Factor Value for 2013)

Notícias

Chamada para publicação: Dossiê Gênero e Etnologia Indígena

Organizadoras: Luisa Elvira Belaunde (PPGAS-MN-UFRJ), Julia Otero dos Santos (PPGA-UFPA), Beatriz de Almeida Matos (PPGA-UFPA)

A produção em etnologia das terras baixas sul-americanas varia consideravelmente quanto ao (não) lugar conferido ao gênero na vida social de povos indígenas particulares ou na filosofia ameríndia de modo mais geral. Nas décadas dos 70s, 80s e 90s, autoras como Christine Hugh-Jones (1979), Janet Siskind (1973), Joanna Overing (1986), Cecilia McCallum (1999), Vanessa Lea (1999), Bruna Franchetto (1996) e Luisa Elvira Belaunde (1994) colocaram a diferença de gênero como uma questão central em suas análises sobre simbolismo, economia, parentesco, política, socialidade, produção de pessoas, xamanismo e ritual, e iniciaram uma mudança de perspectiva ao enfatizarem a agência feminina em suas etnografias. Porém, nas décadas seguintes, o intuito de pensar o gênero a partir das concepções e práticas ameríndias se manteve como um tema marginal na etnologia Brasileira, em parte devido à ideia de que, nas terras baixas sul-americanas, a distinção de gênero não teria o mesmo rendimento do que aquela entre consanguíneos e afins ou aquela entre presa e predador. Seguindo a trilha aberta pelas etnólogas acima citadas e motivada pela retomada do debate em produções mais recentes, a proposta deste dossiê é investigar o que acontece quando o questionamento sobre as noções ameríndias de gênero é colocado em primeiro plano na análise das etnografias atuais. São bem vindos trabalhos que abordam as formas de generificação, seus entrelaçamentos com o cotidiano, o ritual, a arte e a cosmologia, suas transformações contemporâneas nas relações com a cidade, na educação e nas lutas por direitos e nas diversas expressões e atuações políticas. Nos interessam também estudos da relação teórica e/ou etnográfica entre gênero e perspectiva que creditamos ter sido ainda pouco explorada.

Prazo para a submissão de artigos: 31 de agosto de 2019.

 
Publicado: 2019-04-30

Chamada para publicação: Artigos Avulsos

A revista Amazônica recebe submissões em fluxo contínuo o que o que possibilita maior conforto aos nossos colaboradores, haja vista que a qualquer momento podem submeter seus trabalhos para avaliação.
 
Publicado: 2017-02-06

v. 11, n. 1 (2019)


Imagem retratando o ex-garimpeiro Sr. Toim,
publicada no ensaio fotográfico de autoria de Carlos de Matos Bandeira Junior e Rubens Elias da Silva. Foto: Carlos Bandeira Jr. (2018).