Cabeçalho da página

DEPOIMENTOS SOCIAIS SOBRE O USO DE PLANTAS MEDICINAIS NO TRATAMENTO DA DOR

Sara Tavares de Sousa Machado, Paulo Ricardo Batista, Jéssica Pereira de Sousa, Andressa Gabrielli da Silva Rosa, Ana Deyva Ferreira dos Santos, Marta Regina Kerntopf

Resumo

Almejamos investigar o saber popular do uso de plantas medicinais associados ao manejo da dor e verificar a interação deste conhecimento com os aspectos da biomedicina local, centrando-se nesta temática ainda desafiadora, que apresenta contribuições interdisciplinares, em especial, para a díade ciências da saúde/ciências sociais e humanas. Foram entrevistados moradores da comunidade Santo Antônio, município de Barbalha, Ceará. Os informantes apresentam níveis de instrução escolar baixo e a agricultura como principal fonte de renda. Os resultados obtidos denotam que os entrevistados externaram a preferência pela medicina caseira de plantas no manejo de algias. Percebeu-se que o diálogo com os profissionais a respeito da fitoterapia é desfavorecido, e aos que possuem essa interlocução, predomina a não indicação. Assim, aponta-se para a necessidade de aceitação, incorporação e intervenção adequadas no que concerne essas tradições culturais milenares na expectativa de um atendimento integrado de atenção primária à saúde.


Palavras-chave

Algias; Biomedicina; Etnomedicina; Medicina Tradicional.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/ethnoscientia.v6i1.10353

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Ethnoscientia

             

ISSN 2448-1998