Cabeçalho da página

PAIN-AGGRESSION E AGRESSÃO INDUZIDA POR PERDA DE PONTOS: APROXIMAÇÕES E DESCONTINUIDADES

Pedro Felipe dos Reis Soares

Resumo

A generalidade dos princípios comportamentais é buscada por diversas agendas de pesquisa no contexto da Análise do Comportamento. Uma delas é a que se refere ao estudo dos processos básicos subjacentes ao comportamento agressivo. Um conjunto de estudos experimentais identificou, em animais não-humanos, um fenômeno ao qual deu o nome “pain-aggression”, em referência à agressão induzida por estimulação aversiva ou dolorosa. Este fenômeno foi também reportado com participantes humanos. Uma tarefa experimental, ainda bastante utilizada por pesquisadores interessados na mensuração direta e indolor para a agressão, se mostrou adequada para estudar a agressão induzida por estimulação aversiva em participantes humanos: o Point Subtraction Aggression Paradigm (PSAP). Os resultados obtidos por meio desta tarefa possuem estreita semelhança com os obtidos nas pesquisas tradicionais de pain-aggression. Um elemento procedimental do PSAP, essencial ao seu funcionamento para a mensuração de agressão, acrescentou uma especificação explicitamente ausente nos estudos de pain-aggression: uma contingência de reforçamento negativo atrelada à resposta agressiva. Para assegurar a generalidade dos processos uma vez observados em animais não-humanos, o PSAP precisa passar por uma avaliação pormenorizada dos efeitos comportamentais de seus componentes, ou ceder espaço a uma nova tarefa, livre de elementos que comprometam uma aproximação com as pesquisas básicas sobre o tema.

Palavras-chave: comportamento agressivo, agressão, pain-aggression, point subtraction aggression paradigm.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/rebac.v14i2.7536