Políticas Editoriais

Foco e Escopo

   A Revista Ver a Educação publica trabalhos científicos/acadêmicos originais, resultados de estudos teóricos, pesquisas, reflexões sobre práticas concretas ou debates polêmicos e atualizados na área educacional.

        O foco principal da Revista Ver a Educação se destina ao diálogo sobre saberes e práticas educacionais pesquisadas pela comunidade acadêmica, com vistas à promoção de uma realidade educacional democrática e comprometida com a justiça social.

          A partir do número 01 do Volume 12 a divulgação da “Ver a Educação” ocorre em formato impresso e on line.

          O ISNN da versão impressa é 1413-1498 e da versão on line é 2317-7713

Os volumes anteriores serão também disponibilizados paulatinamente no site da Revista.

A Revista Ver a Educação é uma publicação semestral do Instituto de Ciências da Educação da Universidade Federal do Pará, que tem por objetivo a publicação de trabalhos científicos/acadêmicos originais, o incentivo à pesquisa e ao debate sobre Educação e tem a pretensão de se constituir numa referência na área da Educação.

Os trabalhos encaminhados para publicação devem ser inéditos, em meio impresso ou eletrônico. A revista receberá para publicação artigos redigidos em Português e espanhol. Os artigos em espanhol serão publicados no idioma de origem. Os artigos devem ser submetidos já revisados gramaticalmente.

As chamadas dos artigos são feitas por meio de Fluxo Contínuo e divulgado no site da Revista, no site do ICED e da UFPA. São publicados 2 (dois) números por volume sendo cada número constituído de, no mínimo, 8 (oito) e, no máximo, 12 (doze) artigos inéditos, computando, no mínimo, 16 dezesseis artigos por ano.  Cada número deve contar com, pelo menos, 50% dos artigos produzidos por autores vinculados a Instituições de Ensino Superior de outros Estados do país e de outros países.

           Poderão ser organizados Números Especiais, com Dossiês Temáticos, desde que atendam à política de editoração da Revista e se submetam à avaliação da Comissão Editorial.

Cada artigo é avaliado por dois pareceristas integrantes do Conselho Editorial. Será ainda constituída uma Lista de Pareceristas ad hoc que serão indicados pelo Conselho Editorial e também participarão do processo de avaliação dos artigos. Todos os pareceres emitidos sobre os artigos avaliados terão preservada a identidade dos avaliadores. No caso de disparidade de pareceres, o artigo será encaminhado a um terceiro parecerista ad hoc.

A Revista Ver a Educação aceita publicar textos sobre temas relacionados ao fenômeno educativo, que se enquadrem nas categorias de Artigos Científicos Originais, Artigos de Revisão e Resenhas Críticas.

Os Artigos Científicos devem resultar de estudos teóricos, pesquisas, reflexões sobre práticas concretas ou debates polêmicos e atualizados na área educacional. São aceitos também Artigos de Revisão, oriundos de estudos com delineamento definido e baseado em pesquisa bibliográfica, que apresentem consistência analítica e considerações capazes de contribuir para o estado do conhecimento sobre o tema abordado.

Os textos, escritos em português ou espanhol, devem ser inéditos, de autores/as brasileiros/as ou estrangeiros/as. Relatos de pesquisa devem apresentar tratamento científico e seguir normas e técnicas exigidas em trabalhos acadêmicos.

A seleção dos artigos para publicação toma como referência sua contribuição à Educação, dentro da linha editorial da revista; também a originalidade do tema ou do tratamento dado ao assunto, a consistência e o rigor da abordagem teórica e a qualidade do texto.A Revista Ver a Educação também publica Resenhas Críticas. A resenha deve atender às seguintes orientações: referir-se à obra relacionada à Educação; ser inédita; conter a identificação completa da obra.

A Revista dedica-se a colaborações de artigos sobre Educação, reservando-se o direito de publicar ou não o material espontaneamente enviado à redação. Poderão ainda ser organizados números por tema ou números especiais dedicados à divulgação de resultados de pesquisas realizadas por grupos de pesquisadores vinculados a programas de pós-graduação em educação em âmbito nacional e internacional que ficará sob a responsabilidade de um dos editores adjuntos.

             Os artigos devem conter título (em português e inglês) resumo, abstract e palavras-chave que identificam o conteúdo do artigo, devem ser de no mínimo três (03) e no máximo cinco (05) em português e keywords (em inglês), conforme especificado no item Instruções aos Autores a seguir.

 

 

 

 

 

 

 

Políticas de Seção

Artigos Científicos Originais

Os Artigos Científicos devem resultar de estudos teóricos, pesquisas, reflexões sobre práticas concretas ou debates polêmicos e atualizados na área educacional.

Os textos, escritos em português ou espanhol, devem ser inéditos, de autores/as brasileiros/as ou estrangeiros/as.

A seleção dos artigos para publicação toma como referência sua contribuição à Educação, dentro da linha editorial da revista; também a originalidade do tema ou do tratamento dado ao assunto, a consistência e o rigor da abordagem teórica e a qualidade do texto.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigos de Revisão

Artigos de Revisão, oriundos de estudos com delineamento definido e baseado em pesquisa bibliográfica, que apresentem consistência analítica e considerações capazes de contribuir para o estado do conhecimento sobre o tema abordado.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resenhas Críticas

A resenha deve atender às seguintes orientações: referir-se à obra relacionada à Educação; ser inédita; conter a identificação completa da obra.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Os originais serão submetidos à apreciação prévia do Comitê Editorial, que encaminhará aos pareceristas (no mínimo 02) aqueles que considerar adequados aos critérios editoriais da revista. Cabe aos pareceristas recomendar a aceitação, recusa ou reformulação dos trabalhos. No caso de reformulação, os textos deverão retornar aos pareceristas para avaliação final.

Com o sistema duplo-cego (blind review), os nomes dos pareceristas permanecerão em sigilo, omitindo-se também perante estes os nomes dos autores.

A política editorial da revista define as seguintes categorias para avaliação dos textos: conteúdo, forma, originalidade, relevância, atualidade e adequação ao escopo editorial.

O processo de avaliação dos artigos enviados à Revista Ver a Educação obedece ao seguinte fluxo:

a)            Análise quanto à forma: nessa fase, os artigos são submetidos à leitura do comitê editorial e são avaliados quanto a sua adequação aos critérios gerais da Revista Ver a Educação e à linha editorial. Assim, são devolvidos aos autores os artigos que: 1) configuram-se como relatos de experiência; 2) configuram-se notadamente como simples recorte de uma dissertação ou tese, sem a devida adaptação; 3) apresentam-se sob a forma de projeto ou relatório de pesquisa; 4) não apresentam uma análise suficientemente aprofundada da temática que se propõe a discutir; 5) não centram sua problemática, nem de forma indireta, no campo da Educação; 6) possuem excessivos erros de redação, problemas de coerência e coesão textual, a ponto de dificultar a compreensão das partes ou mesmo do todo; 7) são meramente descritivos e não apresentam uma análise da problemática abordada; 8) não possuem a forma de artigo científico, usualmente praticada nos periódicos de Educação; 9) não cumprem as normas da Revista Ver a Educação para submissão dos artigos (formatação, citações, referências...). Tais trabalhos serão devolvidos aos autores com a sugestão de que sejam reformulados, para efeito de nova submissão e avaliação pela Revista Ver a Educação, noutra oportunidade. Os trabalhos que não se enquadram em nenhuma das características acima serão considerados aptos para a fase seguinte.

b)           Análise por pares quanto ao mérito: nessa segunda fase, a Editoria da Revista Ver a Educação encaminha o artigo sem a identificação do autor a, no mínimo, dois pareceristas da área temática específica do trabalho (membros do conselho editorial ou convidados ad hoc), de dois estados diferentes ou do exterior. Para a seleção dos pareceristas e das áreas temáticas, são consideradas as classificações da tabela de áreas do CNPq e o conjunto de informações acessíveis na Plataforma Lattes. Os pareceristas podem aceitar plenamente o artigo, aceitar solicitando reformulações ou recusar o artigo. Qualquer uma das hipóteses é justificada por um parecer descritivo. Quando os dois pareceristas recusam o trabalho, o artigo é devolvido ao autor. Quando os dois pareceristas aceitam o trabalho, ele passa à fase seguinte. Por fim, quando um ou os dois pareceristas solicitam reformulações, o trabalho é devolvido ao autor, solicitando que o mesmo considere os pareceres e reformule o artigo no prazo de quinze dias. Quando o autor reenvia o texto reformulado, segundo as sugestões dos pareceristas, ele é reavaliado e passa à fase final.

c)            Revisão e adequação do trabalho às normas da Revista Ver a Educação: uma vez aceito para publicação, o trabalho é submetido a uma revisão de linguagem e a uma normalização. O trabalho é encaminhado ao autor com as sugestões de correções e adequações para que seja finalmente encaminhado pela Editoria para a publicação.

 

Periodicidade

Os itens de Ver a Educação são publicados coletivamente, ou seja: somente quando o sumário de determinada edição está concluído. A periodicidade é semestral.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Indexadores

Base de dados onde a Revista Ver a Educação está indexada

Latindex - latindex es un sistema de Información sobre las revistas de investigación científica, técnico-profesionales y de divulgación científica y cultural que se editan en los países de América Latina, el Caribe, España y Portugal. Site: http://www.latindex.unam.mx/

 

Sumários – Sumários de Revistas Brasileiras (Sumários.org) é uma base indexadora de periódicos científicos brasileiros. Resultado da retomada da série “Sumários Correntes Brasileiros”, pela Fundação de Pesquisas Científicas de Ribeirão Preto (FUNPEC-RP), antes desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciências e Tecnologia (IBICT). site: http://www.sumarios.org/

 

Diadorim – O Diadorim é um serviço de informações relativas às autorizações concedidas para o armazenamento e o acesso dos artigos das revistas brasileiras em repositórios digitais de acesso aberto. Faz parte do conjunto de serviços de acesso aberto do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia. site: http://diadorim.ibict.br/