Cabeçalho da página

Formação docente relacionada com questões sociocientíficas: complexidade, contribuições e limitações de uma prática educativa

Mariuce Campos de Moraes, Diana Claudia Naman, Marta Maria Pontim Darsie

Resumo

Este artigo refere-se à análise de formação de professores relacionada às questões sociocientíficas. Considerando que tais questões levam em conta o impacto do desenvolvimento científico na sociedade, inclusive aspectos éticos, bem como englobam dilemas que envolvem uma ampla gama de perspectivas para a sua resolução, propomos uma análise da complexidade que é inerente ao seu ensino. Assim, objetivamos analisar diferentes espaços e tempos pedagógicos de um Projeto Observatório da Educação produzidos em estreita articulação teoria-prática, assim como suas contribuições e limitações. O estudo demandou um sistema dinâmico de conversação que levou aos indicadores de análise. O tema da sustentabilidade mostrou-se viável para planejamento educativo, pois abarca conhecimentos tecnocientíficos, ética, pressões sociais e econômicas. A produção coletiva permitiu compreender argumentos e processos reflexivo-criativos. As relações vividas nas escolas e no projeto formativo marcam e limitam as ideias expressas sobre as questões sociocientíficas. Entendemos que a simultaneidade de investigação e reflexão do contexto sociocultural fortaleceu esta formação docente.


Palavras-chave

programas de formação; modelos de formação de professores; práticas reflexivas


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/amazrecm.v12i23.2508

Direitos autorais 2015 CC-BY



Creative Commons License