Cabeçalho da página

O saber-realidade e a constituição docente: filosofando a Educação Matemática contemporânea

Gilberto Silva dos Santos, Samuel Edmundo Lopez Bello

Resumo

Neste artigo, temos como objetivo analisar as narrativas docentes a partir do que interpretamos como uso pedagógico da realidade na Educação Matemática. Os excertos selecionados de um congresso do campo referido foram organizados segundo suas semelhanças possibilitando a constituição de identidades docentes que representam, controlam, regulam o uso pedagógico da realidade. Nosso viés teórico é pautado nos estudos de Michel Foucault a partir da perspectiva pós-estrutural. Assim, atentos a essas representações, as produções da rede discursiva em Educação Matemática, buscamos tensionar como os discursos em torno da docência constituem um saber específico sobre a docência contemporânea. Não apenas constituem, mas são constituídos do que denominamos saber-realidade. Tal maneira de produzir a docência segue compondo os entendimentos; segue regulando e orientando as práticas pedagógicas em prol de uma matemática contextualizada, utilitarista, lúdica, significativa. Enfim, uma matemática que esteja em todos os lugares, que pertença a todos.


Palavras-chave

saber-realidade; identidades docentes; uso pedagógico da realidade; práticas pedagógicas


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/amazrecm.v14i31.5741

Direitos autorais 2018 Amazônia: Revista de Educação em Ciências e Matemáticas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Creative Commons License