Cabeçalho da página

Meio ambiente e sustentabilidade em livros didáticos de matemática para os anos iniciais do ensino fundamental

Claudio Cristiano Liell, Arno Bayer, Magale Pereira

Resumo

A inclusão da Educação Ambiental no currículo escolar, proposta pelos Planos Curriculares Nacionais, através do tema Meio Ambiente, implicou num processo de inovação educativa. O livro didático de matemática, para estar em consonância com essa orientação, deve também tratar dessa temática. Para a realização deste estudo e a verificação da abordagem dessa temática nos livros didáticos, foram tomados como referência e investigados os livros didáticos de matemática dos anos iniciais do Ensino Fundamental, adotados e utilizados pelos professores nas escolas municipais e estaduais de São Sebastião do Caí/RS, Brasil, no ano de 2018. A pesquisa revelou que a temática ambiental ainda é pouco explorada nos livros didáticos de matemática, pois não está presente em todos os livros pesquisados e aparece com maior frequência envolvendo os conteúdos de unidades de Medidas e Estatística e abordando, principalmente, o lixo, preservação dos animais e desperdício de água.


Palavras-chave

livro didático de Matemática; Educação Ambiental; anos iniciais


Texto completo:

PDF

Referências


BONJORNO, R.J; AZENHA, R; GUSMÃO, T. Novo Girassol Saberes e Fazeres do Campo. 1º edição, 1º ano, São Paulo,2014.

BONJORNO, R.J; AZENHA, R; GUSMÃO, T. Novo Girassol Saberes e Fazeres do Campo. 1º edição, 2º ano, São Paulo,2014.

BONJORNO, R.J; AZENHA, R; GUSMÃO, T. Novo Girassol Saberes e Fazeres do Campo. 1º edição, 3º ano, São Paulo,2014.

BONJORNO, R.J; AZENHA, R; GUSMÃO, T. Novo Girassol Saberes e Fazeres do Campo. 1º edição, 4º ano, São Paulo,2014.

BONJORNO, R.J; AZENHA, R; GUSMÃO, T. Novo Girassol Saberes e Fazeres do Campo. 1º edição,5º ano, São Paulo,2014.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais. Educação Ambiental. Brasília, 1997.

Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro01.pdf . Data de acesso: Abril de 2018.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Disponível em:http://www.fnde.gov.br/index.php/pnld-dados-estatísticos. Data de acesso: Abril de 2018.

CARVALHO, I. C. Educação Ambiental e a formação do sujeito ecológico. São Paulo: Cortez, 2012.

CASTRO, R. S. Universidade, Meio ambiente e Parâmetros Curriculares Nacionais. In: LOREIRO, Carlos Frederico Bernardo (org.). Sociedade e Meio Ambiente. São Paulo: Cortez Editora, 2008. p.157-179.

DANTE, L.R. Ápis-Alfabetização Matemática. 2º edição, 1º ano, São Paulo, 2016.

DANTE, L.R. Ápis-Alfabetização Matemática. 2º edição, 2º ano, São Paulo, 2016.

DANTE, L.R. Ápis-Alfabetização Matemática. 2º edição, 3º ano, São Paulo, 2016.

DANTE, L.R. Ápis-Alfabetização Matemática. 2º edição, 4º ano, São Paulo, 2016.

DANTE, L.R. Ápis-Alfabetização Matemática. 2º edição, 5º ano, São Paulo, 2016.

LIELL, C.C. BAYER, A. Diferenças e Similaridades na Abordagem do Tema Transversal Meio Ambiente nos Livros Didáticos de Matemática Utilizados na Região Sul do Brasil e no Estado de Baden-Württemberg da Alemanha. Revista REVEMAT. Florianópolis (SC), v.10, n. 2, p. 124-138, 2015.

LIELL, C.C. BAYER, A. A matemática e a inter-relação com a educação ambiental: um projeto de formação de professores. Revista Espaço Pedagógico. Passo Fundo, v. 25, n. 2, p. 455-471, maio/ago. 2018

LIMA, C.A. Aproximações entre ciência–tecnologia–sociedade e os temas transversais no livro didático de matemática do ensino fundamental de 5ª a 8ª séries. Dissertação Mestrado em Educação Científica e Tecnológica, do Programa de Pós Graduação em Educação Científica e Tecnológica da Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 2008.

MEDINA, N. M; SANTOS, E. C. Educação ambiental. Petrópolis: Vozes, 1999.

MELLER, C.B. Educação Ambiental como possibilidade para superação da fragmentação do trabalho escolar. Espaços da Escola, Ijuí, v.4 (26), 1997.

MORIN, E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Editora Cortez, UNESCO, 2000.

OLIVA, J. T. A Educação Ambiental no ensino formal. In:

MARFAN, M. A. (Org.).Congresso Brasileiro de Qualidade na Educação: Formação de professores: Educação ambiental. Brasília: MEC/SEF, 2002. p. 41-48

SAMPIERI, R.H; COLLADO, C.F; LUCIO, M P.B. Metodologia de pesquisa. 5º edição. Porto Alegre: Penso, 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.18542/amazrecm.v15i33.6164

Direitos autorais 2019 Amazônia: Revista de Educação em Ciências e Matemáticas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Creative Commons License