Políticas Editoriais

Foco e Escopo

Amazônia - Revista de Educação em Ciências e Matemáticas (Amaz RECM) tem periodicidade semestral, editada pelo Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemáticas do Instituto de Educação Matemática e Científica – IEMCI – da Universidade Federal do Pará. É uma revista aberta à comunidade científica, destinada à publicação de artigos de pesquisas sobre formação de professores e processos de ensino e de aprendizagem nas áreas de Educação em Ciências (Biologia, Física e Química), Matemáticas e Educação Ambiental. A revista publica manuscritos originais e inéditos em português, espanhol e inglês, previamente avaliado de forma anônima (peer review) por consultores ad hoc do periódico. Não são cobradas taxas de submissão, processamento, avaliação e publicação dos manuscritos.

 

Políticas de Seção

Editorial

Textos dos editores da revista

Editores
  • Jesus Brabo
Verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Artigos Científicos

Editores
  • Jesus Brabo
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Periodicidade

Semestral

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Exigências éticas para publicações

A Amaz RECM exige que os autores declarem eventuais fontes de financiamento da pesquisa que originou o artigo.

Não são aceitos artigos que já tenham sido publicados em outras revistas científicas, mesmo que tenham sido publicados originalmente em outra língua. Exceto artigos de autores de renome, a convite dos editores da Amaz RECM e com autorização, por escrito, dos editores do artigo original.

Todos os autores dos artigos com mais de um autor devem declarar não haver conflitos de interesse entre os mesmos.

Os editores da Amaz RECM consideram dados inventados, apropriação indevida de ideias e/ou dados de terceiros, plágio ou publicação redundante (duplicada) más condutas éticas, passíveis de penalidades.

A fim detectar eventuais plágios, todos os manuscritos submetidos a Amaz RECM são analisados por softwares antiplágio, tais como o CopySpider e o Plagiarisma. Se houver a suspeita de um incidente de plágio, o processo de avaliação é interrompido e os autores são convidados a prestar esclarecimentos.

No caso da detecção ou suspeita, antes ou após a publicação, de plágio, redundância (dupla publicação), fabricação de dados, conflitos de interesse ou problemas éticos (p. ex., quebra de patentes protegidas, experimentos com animais ou seres humanos sem o devido rigor ético) os editores da Amaz RECM tomarão medidas de acordo com as diretrizes recomendadas pelo Committee on publication Ethics (COPE), disponíveis em http://publicationethics.org/resources/flowcharts

Se comprovado plágio, redundância, fabricação de dados, conflitos de interesse ou problemas éticos em qualquer trabalho publicado, a Universidade Federal do Pará e a Amaz RECM isentam-se de qualquer responsabilidade, e os autores arcarão com todas as penalidades jurídicas previstas em lei e eventuais ônus pelas irregularidades por eles cometidas.

A qualquer tempo, o artigo será retirado de circulação, caso qualquer das irregularidades acima mencionada seja detectada. Uma nota de esclarecimento e registro sobre o ocorrido será veiculada no próprio volume e edição online no qual o artigo tenha sido eventualmente publicado.

Quando a pesquisa envolver experimentação com seres humanos e animais, os autores devem observar as exigências da Resolução nº 196, de 20 de dezembro de 1995, do Conselho Nacional de Saúde/Brasil (disponível em: http://dtr2004.saude.gov.br/susdeaz/legislacao/arquivo/Resolucao_196_de_10_10_1996.pdf), mencionando dados sobre o parecer do Comitê de Ética em Pesquisa das instituições envolvidas.