“EU AMO ESSE BRINQUEDO!”: REFLEXÕES SOBRE O ARTESANATO DE MIRITI A PARTIR DE UMA ABORDAGEM ETNOECONÔMICA EM ABAETETUBA (PARÁ)

Bruno Rodrigo Carvalho Domingues, Flávio Bezerra Barros

Resumo


Resumo: Este artigo é fruto do projeto de pesquisa intitulado “Memórias e Diásporas dos Artesãos de Brinquedo de Miriti na Amazônia”, o qual visa registrar as memórias dos artesãos e suas histórias de vida, bem como analisar elementos das transformações sociais, culturais e econômicas ocorridas ao longo do tempo no âmbito da atividade, que ocorre no município de Abaetetuba, PA. A condução do projeto tem sido guiada a partir de aportes teóricos de disciplinas e campos como a etnografia, economia ecológica e antropologia econômica. Especificamente neste artigo, trataremos das relações estabelecidas entre os agentes do miriti com os recursos naturais e suas transformações econômico-sociais, visando refletir sobre uma etnoeconomia do artesanato de brinquedo de miriti na Amazônia, mais precisamente neste município da Amazônia Tocantina.

Palavras-chave: Economia Ecológica. Etnoeconomia. Artesanato. Miriti. Amazônia brasileira.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18542/rmi.v10i14.4258

Copyright © 2015 - Todos os direitos reservados à Revista Margens Interdisciplinar - ISSN: 1982-5374

Universidade Federal do Pará - Campus Universitário de Abaetetuba - Editora Campus de Abaetetuba